Na noite da última segunda-feira, 02 de abril, um vigilante de 50 anos do HRG – Hospital Regional do Gama, foi baleado após proibir a entrada de uma paciente que estava sem documento.

Ao G1 o Sindicato de Vigilantes informou que o disparo atingiu o maxilar do servidor do HRG e que o projétil ficou alojado. Ele foi internado no Hospital de Base, onde deve passar por uma cirurgia, e está “fora de perigo”.

Segundo a Polícia Militar, a mulher do autor do autor do disparo está internada no hospital e, ao ter a entrada negada, ele sacou a arma e disparou contra o vigilante. O adolescente fugiu em um moto e foi detido 15 minutos depois próximo de casa, no Novo Gama.

O rapaz que tem 17 anos foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente. Ainda de acordo com a PM, o jovem não tem outras passagens criminais.

Da Redação do Alô Valparaíso