Após vários apagões sofridos no fornecimento de energia elétrica de Valparaíso, a vereadora Ângela Pessoa, do Partido Social Cristão (PSC), encaminhou requerimento com cópias para os governos municipal e estadual, solicitando explicações e providências urgentes da Celg quanto às quedas frequentes de luz que assolam a cidade há dias.

A parlamentar também deseja saber dos órgãos competentes quais investimentos estão previstos para o nosso município em infraestrutura de energia elétrica. A preocupação de Ângela Pessoa é a mesma da população valparaisense, haja vista que a qualidade dos serviços da Companhia Energética de Goiás vem deixando a desejar.

Os cidadãos pagam caro pela energia e cobram de seus representantes políticos uma resposta aos transtornos causados pela Celg ao município de Valparaíso de Goiás. Até o momento, Ângela Pessoa, foi a única a tocar nesta questão e a requerer uma resposta plausível que esclareça o problema ocasionado pela sucateada “Centrais Elétricas de Goiás”.

Segue abaixo, a justificativa do Requerimento Nº 240/2015 apresentado pela nobre vereadora:

JUSTIFICATIVA

 Senhor Presidente e Nobres Pares;

A Celg, que é uma das maiores empresas de Goiás e uma das mais importantes distribuidoras do país. Que tem como visão estar entre as empresas líderes do setor de distribuição de energia elétrica, alicerçada na excelência e competitividade. Com valores voltados para a sustentabilidade e compromisso; criação de valor para todas as partes interessadas, ética, transparência e confiança nas relações, trabalhar com saúde e segurança com as pessoas interagem. E a missão de prover energia elétrica, de forma sustentável, como foco no retorno para o acionista e na qualidade dos serviços. Tem deixado a desejar em nosso município, pois atualmente nosso município, nossa gente, nosso povo, vem sofrendo com apagões e as recorrentes faltas de energia em nossa cidade. Portanto, solicitamos providências urgentes quanto aos apagões e as recorrentes faltas de energia que nossa cidade vem sofrendo, bem como saber quais os investimentos previstos para essa região em infraestrutura de energia elétrica.

Matéria oportuna e que merece a aprovação dos ilustres Pares.

Por Marcelo Carlos