Compartilhe esta matéria!

Variante brasileira mais contagiosa é encontrada em 17 cidades goianas, diz governo

Linhagem P1, identificada pela primeira vez em Manaus, já predomina entre a população de Goiânia e provocou a morte de uma moradora de Águas Lindas de Goiás. Estado tem mais de 10 mil mortos e 440mil contaminados por coronavírus.

A Secretaria Estadual de Saúde informou, nesta quinta-feira (18), que encontrou em 17 cidades goianas a variante P1, linhagem brasileira mais contagiosa do coronavírus e que foi identificada inicialmente em Manaus (veja lista dos municípios abaixo). O anúncio foi feito um dia após a Prefeitura de Goiânia afirmar que essa cepa é predominante entre os casos positivos da capital.

O sequenciamento genômico por amostragem feito no estado detectou a P1 em 57 amostras avaliadas pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e pela PUC-GO, em fevereiro. O estudo das instituições também identificou a linhagem B.1.1.7, do Reino Unido, em três cidades: Anápolis, Goiânia e Luziânia.

Goiás atingiu a marca de 10 mil mortos pela Covid-19 nesta quinta-feira. A superintendente de Vigilância Sanitária do Estado, Flúvia Amorim, explica que a linhagem P1 é responsável pelo aumento exponencial de internações, casos graves e mortes. Segundo a especialista, essa variante está em estágio de transmissão comunitária no estado.

“Chamo a atenção de todos porque essa variante é mais transmissível e, assim como Goiânia identificou em várias amostras, o estado está informando que em várias outras regiões foi também identificada essa cepa”, alertou Amorim.

Em Goiânia, a P1 foi encontrada em 28 de 30 amostras analisadas. Essa linhagem também foi encontrada em pacientes de Anápolis, Catalão e Águas Lindas de Goiás, onde uma idosa de 60 anos morreu com a doença.

Alô Valparaíso/ Com informações G1 Goiás