Unidades do Restaurante do Bem fecham temporariamente em Luziânia

Medida é necessária para a troca de empresas que passarão a fornecer alimentação aos restaurantes

O Governo de Goiás informou nesta quinta-feira, dia 09 de janeiro, que as unidades do Restaurante do Bem do Jardim Ingá e do Setor Estrela D'Alva, localizadas em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, suspenderão temporariamente o fornecimento de refeições entre os dias 9 e 17 de janeiro de 2020. A medida é necessária para a troca das empresas que passarão a fornecer alimentação nos dois restaurantes.

Segundo a gerente do Programa Restaurante do Bem, Edina Maria Rocha Lima, a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) realizou processo de seleção de fornecedor para as duas unidades de Luziânia e, para que seja efetivada a mudança das empresas, algumas adequações devem ser feitas. “Por isso foi necessária a suspensão temporária das refeições”, explicou.

O Restaurante do Bem, iniciativa da OVG, está presente na Capital e interior do Estado. Atualmente, são 12 unidades (duas em Goiânia, duas em Anápolis, uma em Rio Verde, duas em Luziânia, uma em Águas Lindas, uma em Valparaíso, uma em Jaraguá, uma em Goianésia e uma em Caldas Novas). Juntas, servem mais de 12 mil refeições por dia, ao preço simbólico de R$ 2,00.

Em Luziânia, as duas unidades fornecem 1,2 mil refeições dia e o funcionamento deve ser retomado no dia 17 de janeiro.

O cardápio é elaborado com base no Programa de Alimentação do Trabalhador, do Ministério do Trabalho e Emprego, e acompanhado por nutricionistas que cuidam da qualidade e da armazenagem adequada dos produtos. As refeições são produzidas na cozinha do próprio restaurante, atendendo norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Da Redação do Alô Valparaíso

Restaurante do Bem. (Foto: Divulgação/Governo de Goiás)

Compartilhe esta matéria!