Compartilhe esta matéria!

UnB aprova retomada parcial das aulas presenciais, a partir de janeiro de 2022

Prioridade são disciplinas obrigatórias e práticas, para formandos e estudantes que estejam nos semestres finais do curso. Professores terão autonomia para manter atividades à distância.

Universidade de Brasília (UnB), em imagem de arquivo  — Foto: TV Globo/Reprodução
Universidade de Brasília (UnB), em imagem de arquivo — Foto: TV Globo/Reprodução

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Universidade de Brasília (UnB) aprovou, nesta quinta-feira (4), a retomada parcial das aulas presenciais na instituição. A medida começa a valer no próximo semestre, previsto para começar em 17 de janeiro de 2022.

A decisão determina que, no retorno, sejam priorizadas as disciplinas cursadas por formandos. Em seguida, vêm as aulas práticas para alunos mais avançados no curso . Mesmo que não estejam na relação, as unidades acadêmicas podem oferecer qualquer disciplina no formato, caso entendam apropriado.

O órgão, no entanto, não definiu data para a retomada total das atividades presenciais. Segundo a UnB, a oferta de disciplinas no modelo virtual continua em 2022, e os professores terão autonomia, por exemplo, para decidir aplicar somente provas ou atividades de campo de forma presencial.

De acordo com a universidade, as medidas poderão retroceder, a depender da “avaliação da situação epidemiológica da pandemia de Covid-19”.

Na próxima quinta-feira (11), o Conselho de Administração (CAD) da UnB vai se reunir para aprovar ou não a retomada das atividades por técnicos administrativos e terceirizados, em 29 de novembro.

Confira as prioridades estabelecidas pela UnB para retomada presencial:

  • Disciplinas obrigatórias, optativas e outras disciplinas demandadas por prováveis formandos;
  • Disciplinas práticas que sejam de semestres mais avançados no curso, priorizando sequência de oferta dos semestres mais avançados para os iniciais;
  • Outras disciplinas, que não sejam práticas, mas que não puderam ser retomadas em formato remoto e disciplinas de cursos da área da saúde indispensáveis à formação profissional;
  • A norma aprovada também prevê que, caso as prioridades listadas sejam atendidas, as unidades acadêmicas poderão ofertar outras disciplinas práticas ou teóricas, sempre seguindo os documentos orientadores para a retomada das atividades presenciais;
  • As atividades oferecidas em estágios, trabalhos de conclusão de curso, atividades de extensão e iniciação científica deverão ter suas ofertas avaliadas pelos colegiados dos cursos, levando em consideração as orientações do Comitê Gestor do Plano de Contingência da Covid-19 (Coes) e do Comitê de Coordenação das Ações de Recuperação (Ccar).

Pandemia na UnB

As aulas presenciais na UnB foram suspensas em março de 2020, por conta da pandemia de Covid-19. O primeiro semestre letivo do ano passado só foi retomado quatro meses depois, com aulas totalmente online.

Desde então, apenas disciplinas da área da saúde podem realizar atividades presenciais, mediante aprovação do colegiado de cada curso. Em julho, a universidade manteve o modelo para o novo semestre.

Alo Valparaíso/ G1