Muitas famílias de Valparaíso de Goiás padecem com a falta de água de qualidade em suas residências, seja para beber, usar no banho ou lavar alimentos. Enquanto isso, um poço artesiano localizado no Bairro do Pacaembu, vem jorrando a nossa maior riqueza natural há mais de 10 anos. O desperdício acontece 24 horas por dia.

 A procedência do terreno ainda é desconhecida. No entanto, isto pouco importa. Tanto faz que a área seja pública ou particular. O que vem ao caso, é que estamos presenciando um problema sério de ordem ambiental e social, e que precisa ser fiscalizado.

Foto: Reprodução de vídeo – Poço artesiano jorra água no Bairro do Pacaembu.

O fato vem ocorrendo há bastante tempo em nossa cidade, e nenhuma atitude é tomada por organizações ambientais, Prefeitura, MP-GO ou população. Lembro também, que ultimamente muito tem se discutido sobre a importância da água. Porém, pouco do que se fala é colocado em prática. É de conhecimento geral, que uma quantia considerável de lares do Município, infelizmente, ainda não possui água encanada saindo de suas torneiras. Mas como vocês podem observar, água é o que não falta. Principalmente para jogar fora.  

Por fim, eu espero que alguma organização ambiental leve o problema até o Ministério Público, e que o mesmo instaure um inquérito para apurar o desperdício e buscar providências junto ao responsável. A água é o maior bem da humanidade, e na nossa cidade ela precisa ser tratada com mais carinho pela sociedade valparaisense e também pelo Poder Público Municipal.

Por Marcelo Carlos