Estudo feito pela Fundação Abrinq revela que mais de três milhões de crianças e adolescentes, com idade entre cinco e 17 anos, estão em situação de trabalho infantil no Brasil. E quase 19% dos homicídios no país são praticados contra crianças e adolescentes, sendo que 80% desses assassinatos são cometidos com armas de fogo.

O estudo, chamado”Cenário da Infância e Adolescência no Brasil”, foi lançado, nesta terça-feira (5), na capital paulista. Essa é a quarta edição anual da pesquisa, que é feita a partir de dados de fontes públicas oficiais.

Segundo a administradora executiva da Fundação Abrinq, Heloisa Oliveira, o combate ao trabalho infantil e à violência contra crianças e adolescentes e ainda o acesso a creches estão entre os principais desafios a serem enfrentados.

A íntegra do estudo “Cenário da Infância e Adolescência no Brasil” pode ser acessada no site observatoriocrianca.org.br

Por Cátia Rodrigues – Agência Brasil