Compartilhe esta matéria!

Suspeito de vender CoronaVac por aplicativo de celular é preso em Goiás

Segundo a PM, ampolas estavam dentro de um pote de plástico com gelo

Na última quarta-feira, 07 de abril, um homem de 28 anos foi preso com três ampolas da vacina CoranaVac na porta de um supermercado, no município de Senador Canedo (GO).

A Polícia Militar e a Guarda Civil informaram que o detido tentava vendê-las por R$ 450 cada, via aplicativo de celular. Os agentes acharam outras 17 ampolas na geladeira da residência dele.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO), cada ampola é equivalente a 10 doses. Desta maneira, o total apreendido seria suficiente para vacinar 200 pessoas com a 1ª dose.

Em entrevista, o secretário estadual de Segurança Pública do Estado (SSP-GO), Rodney Miranda, informou que o lote apreendido não é de Goiás e que pode ter vindo de Brasília (DF) já que o suspeito alegou que o fornecedor das vacinas mora naquela cidade. A aparentemente, a vacina é verdadeira diante da embalagem e do lacre nas ampolas.

Alô Valparaíso/*Com as informações do G1