SES-GO alerta para a importância de manter vacinação atualizada

No Brasil, preocupação maior é com sarampo, febre amarela e hepatites

A gerente de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), Clarice Carvalho dos Santos aproveita o fim do ano para ligar o sinal de alerta sobre a importância da vacinação da população em Goiás. “Manter a caderneta de vacinação atualizada é fundamental para ter uma viagem saudável e tranquila”, ressaltou.

Para Clarice Carvalho é necessário dar maior atenção às doenças como o sarampo, hepatites A e B e febre amarela, todas preveníveis por vacinas. “Pelo menos dez dias antes da viagem, o turista deve atualizar a caderneta de vacinação, de acordo com as orientações do Calendário Nacional de Vacinação”, reforçou.

Segundo a SES-GO, a febre amarela é endêmica nas regiões Norte e Centro-Oeste do País. No entanto, nas últimas décadas, registrou-se a expansão da área de circulação viral nas proximidades das grandes capitais, incluindo as regiões Sudeste e Sul do Brasil. “Dessa forma, quem reside nessas áreas ou vai se deslocar para essas regiões deve estar atento à vacinação contra a febre amarela”, destacou Clarice.

Em relação ao sarampo, a gerente da SES-GO informa que a vacina para a faixa etária de 6 meses a 49 anos encontra-se disponível nas mais de 900 salas de vacinas da rede pública em todo o Estado durante todo o ano. Assim, quem ainda não se vacinou deve procurar um posto de saúde municipal para garantir a imunização.

Certificado Internacional

Ao comentar a situação de que vai viajar para o exterior, a gerente de Imunização lembra. “O viajante precisa saber que muitos países exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), para permitir a entrada em seu território”, explicou.

O CIVP é o documento que comprova se o viajante tomou vacina antes de embarcar para o destino desejado, com pelo menos dez dias de antecedência. Atualmente, 136 países cobram o certificado (confira no link a lista completa de países que exigem o CIVP e as orientações indicadas para o país de destino).

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações da Comunicação Setorial da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás

Caderneta de vacinação deve ser atualizada neste fim de ano. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Compartilhe esta matéria!