Salão do Artesanato acontece até dia 12 de maio em Brasília

O evento promovido no Pátio Brasil conta com cerca de 200 artesãos de 19 estados

A cidade de Brasília recebe até o próximo domingo, 12 de maio, o Salão do Artesanato. O evento acontece no Shopping Pátio Brasil e ganhou uma área dedicada ao Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), no 12° Salão do Artesanato que, com o tema Raízes Brasileiras.

A iniciativa cultura reúne cerca de 200 artesãos de 19 estados. Os trabalhos expostos mostram ao público suas riquezas de cores, texturas, formas e, principalmente, as histórias que tanta originalidade dão a um Brasil que nem sempre é mostrado ao grande público.

O paraense, mestre e artesão, Darlindo Oliveira, conta que os pequenos bonecos criados por ele, utilizam a balata, um látex extraído de uma planta chamada balateira, que só existe na margem esquerda do Rio Amazonas. “É muito difícil extrair esse látex. Primeiro, porque para se chegar ao balatal [região onde há uma incidência maior da planta], são necessários 15 dias de caminhada à beira do rio. Os extrativistas vão em janeiro para a região e só voltam em julho. Quando chegam, têm de preparar o acampamento e selecionar as árvores, sabendo que só se consegue extrair o material entre os meses de março e maio, que é o único período da seiva”, explicou.

Em outra banca, Mestre Antônio expõe peças sacras. Ao ser indagado, ele conta que os trabalhos são feitos em madeira. O mineiro é autodidata e tem como principal influência o escultor barro Antônio Lisboa, conhecido como Aleijadinho. “Moro em Ponte Nova, município próximo a Ouro Preto, onde pude apreciar muitas das esculturas feitas por ele”, concluiu.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações da Agência Brasil
brasília

O Programa do Artesanato Brasileiro integra e valoriza o artesão. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Compartilhe esta matéria!