Compartilhe esta matéria!

Saiba onde encontrar atendimento psicológico gratuito no DF

Instituições de ensino superior oferecem serviço aberto à população, com acompanhamento dos pacientes. Veja endereços e contatos.

Terapia comunitária no Distrito Federal — Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília.
Terapia comunitária no Distrito Federal — Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília.

Projetos públicos e privados oferecem acompanhamento psicológico gratuito, para todas as idades, em diversas regiões do Distrito Federal. Interessados podem se inscrever pela internet ou por telefone, em qualquer período do ano.

O serviço é recomendado para pessoas com sintomas de ansiedade ou depressão, com sintomas leves ou mais severos.

Nas instituições de ensino superior, o atendimento é feito por alunos na fase de finalização do curso de psicologia, que atuam sob supervisão, ou profissionais formados. Na rede pública, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) atendem pessoas com transtornos graves (veja endereços abaixo).

Depressão ou tristeza?

A psiquiatra e professora de Medicina na Universidade de Brasília (UnB), Helena Moura dá exemplos de como diferenciar a tristeza do que pode ser depressão.

“Na depressão, a duração a tristeza é mais persistente. Por mais de duas semanas, na maior parte do tempo, a pessoa está triste e, com o passar do tempo, a tendência é que isso se agrave. A pessoa se isola, não sente mais vontade de fazer coisas que antes gostava. A qualidade do sono é afetada e o paciente pode perder totalmente o sono, ou ter vontade de dormir durante todo o dia”, diz a psiquiatra.

Acompanhamento em instituições privadas de ensino superior do DF

As vagas nas instituições de ensino superior do DF são renovadas a cada semestre, mas as instituições fazem lista de espera. A disponibilidade de vagas para atendimento presencial ou online pode ser checada nos seguintes locais:

Universidade de Brasília (UnB)

  • Inscrições: pela internet, por meio de formulário online
  • Atendimentos: apenas online
  • Horários: a definir

Universidade Católica de Brasília (UCB)

  • Inscrições: pela internet, por meio do endereço cefpaucb.wixsite.com/psicologia
  • Atendimentos: de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 21h30 e sábados das 8h30 às 11h30
  • Endereço: Centro de Formação em Psicologia Aplicada (CEFPA) da UCB (Câmpus I – QS 7 – Lote 1 – Pistão Sul – Taguatinga).
  • Telefone: (61) 3356-9328

Universidade Paulista (UNIP)

  • Inscrições: pelo telefone (61) 2192-7091 ou (61) 2192-7092
  • Horário de atendimento: das 8h às 12h e das 14h às 18h
  • Datas e horários a definir com atendente disponíve.

Centro Universitário do Distrito Federal (UDF)

  • Inscrições: por meio de formulário online
  • Atendimentos: das 8h às 21h
  • Dia e horário a definir com atendente disponível

Centro Universitário de Brasília (UniCeub)

  • Inscrições: pelo telefone (61) 3966-1626.
  • Atendimentos: apenas presencial, dia e horário a definir
  • Endereço: Setor Comercial Sul, Quadra 1, Edifício União, 3º andar, Asa Sul

Centro Universitário Mauá (UniMauá)

  • Inscrições: por meio de formulário online
  • Atendimentos: Dia e horário a definir no momento da inscrição
  • Local: pela internet ou pessoalmente
  • Endereço: Setor D Sul, Lote 2, Avenida, Pistão Sul – Taguatinga Sul

Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos (UNICEPLAC)

  • Inscrições: pelo telefone (61) 3035-3957
  • Atendimentos: dia e horário a definir no momento da inscrição

IESB

O Centro Universitário Iesb oferece plantão de atendimento. O serviço online ocorre, por meio de agendamento, pelo telefone (61) 99256-6571 ou pelo WhatsApp (61) 99253-3032.

Há também atendimento presencial, por ordem de chegada, no Campus Ceilândia, na QNN 31 – Áreas Especiais B/C/D/E, Ceilândia Norte. Os horários são:

  • Segunda-feira: das 8h às 10h e das 15h às 19h
  • Terça-feira: das 9h às 11h e das 15h às 17h
  • Quarta-feira: das 8h às 11h e das 15h às 17h
  • Quinta-feira: das 15h às 17h
  • Sexta-feira: das 8h às 10h e das 15h às 17h
  • Sábado: das 8h às 11h

Apoio emergencial

CVV

Centro de Valorização da Vida (CVV) possui canal para ajudar pessoas que precisam de auxílio contra pensamentos autodestrutivos. O serviço funciona 24 horas, todos os dias pelo número 188, ou pela internet.

Acompanhamento na rede pública

Vítimas de violência doméstica e seus familiares

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), por meio do programa Pró-Vítima, oferece atendimento de psicologia e de assistência social voltado a vítimas de violência doméstica, intrafamiliar, psicológica, física, sexual e institucional, e seus familiares.

Para participar, os interessados podem buscar os núcleos de atendimento do Pró-Vítima pessoalmente, ou por telefone. Veja as unidades:

  • Ceilândia: EQNN 5/7, área especial C Ceilândia Norte – (61) 2104-1480 e (61) 99245-5207
  • Guará: QELC Alpendre dos Jovens, Lúcio Costa – (61) 99276-3453
  • Taguatinga: Administração Regional de Taguatinga, Praça do Relógio. – (61) 3451-2528 e (61) 99168-0556
  • Planaltina: Fórum Desembargador Lúcio Batista Arantes, 1º Andar, Salas 111/114. – (61) 3388-8706 e (61) 99276-5279
  • Paranoá: quadra 5, Conjunto 3, Área Especial D, Parque de Obras, Paranoá. – (61) 3369-0816 e (61) 99168-0556
  • Brasília: Estação Rodoferroviária, Ala Central, Térreo. – (61) 2104-4292
  • Recanto das Emas: Estação da Cidania / Céu das Artes, quadra 113, área especial 01 – (61) 3332-1032
  • Itapoã: Praça dos Direitos, quadra 213, Del Lago II – (61) 2104-4218 e (61) 2104-4214

CAP’s

Para pacientes com quadros graves e persistentes de transtorno mental, incluindo abuso de álcool e outras drogas, os CAP’s oferecem tratamento. Os interessados devem entrar em contato na unidade de preferência (clique aqui para acessar a lista de telefone e endereço).

Alo Valparaíso/G1