Compartilhe esta matéria!

Ritmos que sintonizam uma bela canção

A banda Reduxe lançará seu primeiro single dia 23 de julho em todas as plataformas digitais com o objetivo de entrar para o cenário atual da música 

A Reduxe, lançará seu primeiro single no dia 23 de julho, chamado “Rain” em todas as plataformas digitais. Com Fred Ramos no vocal, Lucas Carvalho na guitarra, Adriel Costa no baixo, Amaro Vaz na batera e Joon Santana nos teclados e na produção musical, a banda aposta em um repertório POP com fortes influências de Soul, Funk e RnB. “Estamos muito animados com este lançamento. O single Rain é a realização de um sonho. É uma música autoral para animar a galera que curte nosso som”, afirma Amaro Vaz.

E com o novo som os integrantes buscam lançar a banda em todas as plataformas digitais “é uma maneira de fazermos com que mais pessoas conheçam o trabalho da gente, além de deixar registrado um pouco da nossa história e preparar os que já curtem o nosso trabalho para o lançamento do disco que vem ainda este ano”.

O som ainda não tem um clipe, mas tem um roteiro pronto para o lançamento e outra música ainda este ano. 

A banda aposta em um repertório POP com fortes influências de Soul, Funk e RnB Foto: Rui Rodrigues

”Rain retrata a história de um relacionamento que não dá certo, mas não por erro de um dos lados e sim simplesmente porque as circunstâncias da vida os levam para caminhos distintos muito embora ainda haja afeto entre ambos. O refrão retrata bem isso quando fala em esperar a chuva passar para que as coisas que não foram ditas ou discutidas, o orgulho e tudo mais possa ser “lavado” e assim dar espaço para que eles pudessem voltar ao início e a tudo o que foi construído”. Conclui Joon Santana. 

O Surgimento

A banda surgiu sem grandes pretensões, há mais ou menos um ano e meio, para cumprir uma agenda a convite do Wine Garden. “Embora a gente ame o que faz nem sempre estamos tocando músicas que a gente goste e a Reduxe nasceu também dessa necessidade de satisfação pessoal, e para apresentar para o público um trabalho POP de qualidade e que tivesse, acima de tudo, a nossa verdade como músicos”.  Afirma o baterista Amaro. 


E completa “as coisas foram acontecendo de forma sobrenatural e com a pandemia impossibilitando a gente de tocar nas casas de Brasília acabamos optando por apresentar uma live direto do Estúdio Órbis. Logo depois disso começaram a surgir convites para apresentações em algumas casas de Brasília como o Primeiro Bar, Brooklyn, London Music Bar, Mundo Vivo Galeria e com isso as pessoas passaram a conhecer nosso trabalho passaram a nos seguir nas nossas redes e nas nossas apresentações”.

Todos da Reduxe já estudaram música em algum momento de suas vidas, mas a vontade de ter um trabalho que pudesse alcançar mais pessoas e em mais lugares fez com que o grupo também procurasse estudar um pouco não só de música, mas também estudar o mercado para que pudessem saber o que, como e quando fazer.


Os integrantes da banda são músicos com larga experiência nas mais diversas áreas de atuação da Música. Fred Ramos, o vocalista, além de ser dono de uma voz ímpar é um super compositor e intérprete, Joonsantana (teclado/produção e direção musical) além de super músico é uma pessoa que entende muito de produção e direção musical e está sempre super atento ao que é tendência no mercado musical. Lucas Carvalho (guitarra) também é super talentoso e tem uma maneira super característica de se entregar à música além de já ter assinado produções de artistas da cidade. Adrile Costa (contrabaixo) é atualmente um dos baixistas mais requisitados de Brasília quando o assunto é música POP, Soul e RnB

Pedras no caminho

 A banda afirma que a maior dificuldade que já passaram foi o fato de terem se encontrado para começar a banda e os projetos, e infelizmente terem tropeçado nessa grande pandemia do Covid que de certa forma também permitiu terem mais tempo para compor, ensaiar, elaborar o trabalho e poder chegar com ele na rua e para o público de forma mais madura e bem formatado. 

Mas nada disso vai abalar a Reduxe, o grupo tem o objetivo de se fixar no cenário local promovendo boa arte, música e cultura. Acreditam que a cultura e a arte são fundamentais para o momento que estamos vivendo. Buscam melhorias constantes, além da colaboração com a música como ela colabora com a banda. 

Joonsantana afirma que cada um traz para o trabalho um pouco do que gosta e essa mistura acaba dando a cara da Reduxe como: Cody Fry, Cory Wong, Justin Bieber, Ariana Grande, John Legend, Tom Misch, Musiq Soulchild, Sam Smith e grande parte dos artistas mainstream do cenário pop/black/R&B atual. 

Com pouco mais de um ano e meio a banda tem boas histórias, mas com certeza o melhor momento até agora foi quando terminaram de gravar o disco. “A sensação do dever cumprido com carinho e dedicação, o silêncio enquanto escutamos faixa por faixa conferindo tudo que havia sido construído até aquele momento. Lembro da gente se olhando com cara de quem não acreditava que tínhamos vencido mais uma etapa. Eu mesmo, no dia que terminamos, me emocionei muito. Foi gratificante demais e saber que tudo isso só foi possível graças a ajuda de músicos, amigos, donos de estúdio e família faz com que tenha um sabor todo novo.
Foi difícil, dispendioso em um momento em que não tínhamos muito recurso, mas estamos aqui com um trabalho lindo e louco para mostrar para vocês”. Finaliza Amaro Vaz. 

Alô Valparaíso/* Com informações do