Reunião do projeto Renova Saúde dá continuidade a ações em prol da rede de atendimento de Valparaíso

O encontro aconteceu na sede das Promotorias de Valparaíso. O intuito da iniciativa é desenvolver estratégias para o fortalecimento da atenção básica de saúde municipal.

Em continuidade às ações do Projeto Renova Saúde em Valparaíso de Goiás, foi realizada nesta segunda-feira (13/8) reunião entre membros do Ministério Público de Goiás, o prefeito, Pábio Correia Lopes; servidores das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde e também do Conselho Municipal de Saúde (CMS), para tratar de providências que visam à melhoria dos serviços de saúde do município.

A iniciativa do MP, que teve início em maio deste ano, tem a proposta de desenvolver estratégias para o fortalecimento da atenção básica de saúde municipal. No início do encontro, a promotora Lorena Bittencourt de Toledo Lessa, titular da 4ª Promotoria de Justiça de Valparaíso, apresentou alguns temas debatidos na roda de conversa que deu início ao projeto no município. Já o coordenador do Centro de Apoio Operacional da Saúde do MP-GO, Eduardo Prego, destacou que, a partir dos dados levantados em fontes abertas e junto à comunidade, foi elaborado um plano de trabalho, o qual aponta, por exemplo, a necessidade de providências para o remapeamento das áreas do município no âmbito da Estratégia de Saúde da Família, visando melhorar o atendimento das regiões.

O integrante do CMS, José Maria Ferreira, ponderou que o conselho também está realizando levantamento da rede de saúde municipal. O secretário municipal de Saúde, Leonardo Esteves Ramos, informou que, após a realização da roda de conversa, já houve a ampliação de vários serviços, inclusive a conclusão da informatização de dados em três unidades e também o remapeamento da rede. Em relação à informatização das Unidades Básicas de Saúde, ele esclareceu que resta apenas a fase de cabeamento para implantação do sistema. Por fim, apontou que existe projeto para distribuição de 300 tablets aos agentes comunitários de saúde e que um leito psiquiátrico foi disponibilizado na UPA Zilda Arns.

O promotor Eduardo Prego esclareceu ainda que a 4ª Promotoria de Justiça de Valparaíso de Goiás irá propor um protocolo de intenções com o município visando à adequação dos serviços prestados pela rede, com prazos e cronograma de ações a serem realizadas.

Texto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO - Fotos: CAO Saúde