Projeto Nosso Suas próximo de implementação

Ministério Público é parceiro da Assistência Social de Valparaíso

A coordenadora do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos (CAODH), Patrícia Otoni Pereira, e a promotora Lorena Bittencourt de Toledo Lessa coordenaram, nos dias 22 e 23 deste mês, reuniões sobre a implementação do projeto “Nosso Suas” em Valparaíso de Goiás.

O evento foi realizado na sede do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Céu Azul da cidade, com apresentação do diagnóstico dos equipamentos socioassistenciais do município pela Unidade Técnico-Pericial em Serviço Social, contando com a participação de mais de 50 profissionais do setor, o secretário de Assistência Social e Cidadania, Francisco Ribeiro dos Santos, e o prefeito Pábio Mossoró. Também houve os encaminhamentos previstos no projeto, como a elaboração de plano de ação para melhoria do sistema no município.

Patrícia Otoni esclarece que a reunião ocorreu pela adesão da 4ª Promotoria de Justiça de Valparaíso de Goiás ao projeto do CAODH, que visa fortalecer os equipamentos socioassistenciais, em parceria com a Coordenação de Apoio Técnico-Pericial (Catep) do MP-GO e com a Coordenadoria de Assessoramento à Autocomposição Extrajudicial (Caej).

Na quarta-feira (22/8), foi apresentado o diagnóstico elaborado pela equipe técnica em serviço social do MP sobre os Centros de Referência de Assistência Social (Cras), enquanto na quinta-feira (23/8) foram exibidos os estudos sobre o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) , o Centro Pop e o Conselho Municipal de Assistência Social.

Após essa apresentação, com o levantamento do quadro de ações para adequação à Política Nacional de Assistência Social, a equipe da Caej coordenou a construção conjunta com os presentes de um plano de ação a ser seguido, especialmente pelos gestores da política de assistência social.

Esse plano está dividido em eixos, sendo eles a infraestrutura física e material, os recursos humanos, as rotinas de serviço, e capacitação e gestão, os quais geraram algumas atividades a serem executadas, com responsáveis e prazos. A previsão é de que o cumprimento desse cronograma seja apresentado na próxima reunião, marcada, em média, três meses após a sua construção.

Ao final do encontro, o secretário de Assistência Social e Cidadania reconheceu a importância das ações do Ministério Público e agradeceu a parceria para implementação de uma política de assistência social eficiente, ao encontro dos direitos assegurados na Lei Orgânica da Assistência Social.

Cristiani Honório /Assessoria de Comunicação Social do MP-GO