No ano passado, nasceu em Valparaíso de Goiás, região do Entorno de Brasília, o Projeto Mandala – uma ação social criada pelo advogado Dr. José Zito do Nascimento, homem de grandes projetos voltados à agricultura urbana e sustentabilidade no município.

A atividade foi desenvolvida para operar aos moldes do Fundo Rotativo Solidário, que funciona como uma poupança comunitária gerida coletivamente para fortalecer a agricultura familiar. Essa poupança é formada por meio de doação voluntária de recursos por cada membro participante ou ainda pode ser constituída a partir de ações e recursos externos destinados à comunidade.

Mesmo com um curto espaço de tempo da sua implantação, o trabalho já beneficia mais de 50 crianças da Associação Mãos Amigas e famílias carentes de uma comunidade na cidade. Como já era esperado, o programa ganhou destaque na mídia e virou um grande sucesso, chamando a atenção de agricultores, das lideranças comunitárias e até mesmo da ex-ministra do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello.

Em conversa realizada na cidade de Luziânia, no início deste ano, José Zito do Nascimento, falou da implantação de projetos voltados à agricultura urbana para famílias carentes na região do Entorno, dando ênfase ao Projeto Mandala de Valparaíso e foi bastante elogiado por Tereza Campello.

De acordo com o operador de direito, em breve, o Projeto Mandala, expandirá sua experiência e logística para projetos que serão desenvolvidos em Novo Gama. O trabalho concebido por José Zito em Valparaíso, despertou o interesse de Pedro Stepien, um conhecido padre polonês da Igreja Católica, que pretende implantar ações semelhantes no município vizinho.

Após o contato inicial com sacerdote católico, o advogado fechou uma pareceria e seu objetivo inicial é prestar consultoria para a elaboração do projeto, dando orientações produtivas ao trabalho desenvolvido por Padre Pedro, através da experiência logística já utilizada, no Projeto Mandala. José Zito pretende colocar em prática o Fundo Participativo Solidário, em Novo Gama. A atividade buscará resgatar a dignidade e beneficiará muitas famílias carentes da cidade que participarão do programa.

“O Padre Pedro conheceu o nosso projeto através da minha palestra ministrada na Faculdade Anhanguera. Após gostar da ação, ele me procurou e solicitou a nossa assessoria para um trabalho que será desenvolvido no Lago Azul. Trabalharemos desde a implantação até a logística de geração de renda. Conforme o que me foi informado, já existe uma horta na cidade de Novo Gama. Porém, o Padre Pedro precisa de um projeto para seguir o planejamento e ajudar sua comunidade”, contou Dr. José Zito do Nascimento.

Por Marcelo Carlos