A volta às aulas dos estudantes da rede pública de ensino do Distrito Federal está ameaçada. Os professores e orientadores educacionais marcaram uma assembleia com indicativo de greve para segunda-feira (13) segundo dia letivo.

Entre as reivindicações estão o envio de mais recursos para as escolas, pagamento dos trabalhadores terceirizados nas instituições de ensino, reajuste do cartão material escolar e cumprimento das negociações feitas em anos anteriores.

Via Agência Brasil