Na última sexta-feira (23), integrantes da Agência Nacional das Águas (ANA) e Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa), realizaram uma visita técnica nas propriedades que represavam o Ribeirão Saia Velha, manancial que abastece a população de cidades do Entorno Sul.

O trabalho fiscalizador deve resolver o problema da falta de água em Cidade Ocidental e Valparaíso de Goiás. 

Após a avaliação do problema, ficou acertado que os clubes recreativos e chacareiros que fazem barragem do manancial para lazer devem manter as comportas abertas no período de estiagem.

Os dois municípios goianos abastecidos pelo Ribeirão Saia Velha sofrem com a falta de água desde o início de setembro. Laudo técnico de condições ambiental e hidrológicas, realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Cidade Ocidental, apontou diversos pontos de represamento do manancial de abastecimento para fins de lazer.

O problema demorou a ser resolvido porque o abastecimento das cidades é feito pela Saneamento de Goiás S/A (Saneago), mas as propriedades que represavam o manancial usado para captação ficam dentro do território do DF. A ação da Adasa resolve, temporariamente, parte do problema da falta de água, e deve ser sanado por completo com a finalização das obras do Sistema Produtor Corumbá.

Por Marcelo Carlos (com informações de O Popular)