Preso pai suspeito de estuprar a filha por mais de seis anos, em Luziânia

Adolescente de 16 anos era ameaçada de ser morta pelo próprio pai se contasse sobre os abusos

Um homem suspeito de estuprar a filha de 16 anos, foi preso em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a investigação policial, o pai tocava a partes íntimas da filha e se masturbava na frente dela enquanto a mãe dormia.

De acordo com o delegado Frederico Gama, os atos sexuais aconteciam há mais de seis anos. Em depoimento à polícia, o encanador e morador do bairro Umuarama Setor 2, negou o crime.

Gama revelou que o pai ameaçava a filha de morte caso ela contasse sobre os atos sexuais cometidos por ele. O último abuso, aconteceu na noite do último domingo (16/02). "A adolescente foi ouvida e contou que, enquanto a mãe dormia, o pai tocava as partes íntimas dela e também se masturbava na frente dela. Ele já chegou até a ejacular no chão", completou.

Para a polícia, a garota disse que contou sobre os abusos sexuais para a mãe no fim de 2019, mas que, diante das ameaças, pediu à mãe que não o confrontasse. Um dia após o último abuso, na segunda-feira (17/02), as duas decidiram ir até a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) para denunciar o homem. Como a vítima é adolescente, o caso foi encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Dpca).

Ainda de acordo com o delegado, a mãe revelou que o esposo ultimamente andava sem roupas dentro de casa e, ao ser advertido, ele também a ameaçava e dizia que podia fazer o que quiser pois a casa era dele. “Além disso, a menina disse que os atos aconteciam praticamente todos os dias, sempre em casa”, relatou.

O suspeito foi preso enquanto voltava do trabalho. Ele deve responder pelo crime de estupro, que prevê de 6 a 10 anos de prisão.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações do G1
encanador

Encanador é suspeito de estuprar a filha em Luziânia. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Compartilhe esta matéria!