Preso motorista de aplicativo que abandonou mulher desorientada em Valparaíso de Goiás

Mulher teria solicitado veículo quando estava em Santa Maria, no Distrito Federal

Um homem foi preso pela Polícia Militar de Goiás, por meio de uma equipe da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (ROTAM), em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. O motorista de aplicativo é suspeito de agredir e abandonar uma passageira no Setor de Chácaras Lourdes Meirelles.

O suspeito foi localizado após os policiais militares receberem uma denúncia anônima. Ele estava em uma casa no Setor de Chácaras Anhanguera A. Quando percebeu a chegada da polícia, o individuo que usava uma tornozeleira eletrônica, demonstrou bastante nervosismo e confirmou que possuía uma condenação de 13 anos pelos crimes de roubo e tráfico de drogas. Além disso, negou o crime de violência sexual contra a cliente.

A vítima teria sido encontrada por volta das 13 horas, na última quinta-feira (14), por uma pastora da Igreja Assembleia de Deus. Para a guarnição da Polícia Militar do Distrito Federal, ela contou que entrou no carro do motorista de aplicativo e depois desmaiado. Quando voltou a consciência, estava nua e no meio do mato com uma corda no pescoço. No dia seguinte, ao ser questionada pelos PMs, a mulher negou que foi abusada sexualmente. Ela também não quis mais tocar no assunto.

O autor ainda relatou que foi solicitado para fazer uma corrida em Santa Maria e que depois de um desentendimento por falta de pagamento, deixou a vítima no local onde a mesma foi encontrada por uma religiosa. Após ser ouvido, ele acabou sendo liberado. O caso será investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal.

Da Redação do Alô Valparaíso

Motorista de aplicativo foi localizado pela ROTAM. (Foto: Divulgação/Rotam de Luziânia)

Compartilhe esta matéria!