Na última sexta-feira, dia 18 de março, manifestantes a favor do ex-presidente Lula, do PT e do governo Dilma, realizaram um ato no Complexo da República, no início da Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

Mais uma vez, Lucimar Nascimento (PT), prefeita de Valparaíso de Goiás, marcou presença num evento que tinha como finalidade defender seus companheiros de partido.  Caminharam até a frente do Congresso Nacional em defesa da ‘democracia’. Além da chefe do executivo, um grupo de servidores municipais e o vereador Tião da Padaria (PT) caminharam até a frente do Congresso Nacional em defesa da democracia.  

995307_1244216165608012_3045753175873616627_n

Foto: Prefeita Lucimar vai a Brasília para protestar em favor de Lula, PT e governo Dilma.

O protesto foi organizado na capital federal pela CUT e pela Frente Brasil popular do DF. Segundo os organizadores, todos os presentes estavam ali em defesa da democracia, contra o golpe e contra os retrocessos políticos e sociais.

De acordo com a Polícia Militar, por volta de 21h, 6 mil pessoas participavam do ato. No carro de som, a organização dizia que eram 50 mil manifestantes.

Segundo a corporação, no início da manifestação, foram apreendidos três foices, um machado, 20 facões, canivetes e pedaços de bambus e paus. Os objetos foram entregues espontaneamente para os policiais.

O portal G1 informou que, locutores do carro de som defendiam o governo Dilma e reproduziam palavras de ordem dos manifestantes. “Não vai ter golpe” e “golpistas não passarão” eram alguns dos dizeres. No veículo, participantes, entre eles o ministro da Cultura, Juca Ferreira, e o ex-ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República Gilberto Carvalho, discursavam em favor do governo.

O carro também tocava músicas. Durante a concentração do grupo em frente ao Museu Nacional, manifestantes pediram a saída do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e gritavam “fora Bolsonaro”.

Por Marcelo Carlos