Na última sexta-feira, dia 15 de abril, o site do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), publicou decisão do Juiz de direito Rodrigo Rodrigues Prudente, da 2ª Vara Civil, das Fazendas Públicas, Registros Públicos e Ambiental da comarca, através da ação civil pública de Nº 201502512976 em desfavor do município de Valparaíso de Goiás.

O despacho trata de ordem judicial que orientou a nomeação imediata dos candidatos aprovados e classificados no último Concurso Público, tendo em vista que já fora confirmada em segunda instância e descumprida pela prefeita Lucimar Nascimento (PT).

“Entendo como necessário o bloqueio dos vencimentos inerentes ao agente público responsável direto pela prática do ato ordenado, como meio de coerção psicológica diversa da prisão e medida indispensável a prestação da atividade legal devida, no valor de R$ 145.000 (cento e quarenta e cinco mil reais), até a regular execução determinada, via BANCEJUD, em nome da gestora e chefe do Executivo local, Lucimar Conceição do Nascimento”, diz parte da decisão do Juiz de direito Rodrigo Rodrigues

Ou seja, pelo descumprimento da ordem e a não nomeação imediata dos candidatos aprovados e classificados no concurso em vigência, foi ordenado o bloqueio de R$ 145 mil direto dos vencimentos de Lucimar Nascimento, podendo a prefeita ter o seu mandato futuramente cassado em caso de nova desobediência judicial.

Tudo indica que a sociedade valparaisense recebeu um concurso 100% legal e a gestora local tenta a tudo custo passar por cima do mesmo com seus infindáveis processos seletivos duvidosos, toma pito da Justiça, não acata e em virtude disso tem seus vencimentos bloqueados e ainda corre o risco de ser a primeira prefeita cassada da história de Valparaíso.

Para saber mais acesse o Site do TJ-GO e consulte o processo de Nº 201502512976.

Despacho