O Alô Valparaíso conversou com aliados e ex-aliados do governo municipal comandado por Lucimar Nascimento, do PT, e a grande maioria acredita que o anúncio da desistência da reeleição por parte da prefeita, seja um ato meramente estratégico.  

Algumas declarações indicam que a petista esteja com o pensamento voltado para as eleições do Estado em 2018, onde seria candidata a deputada estadual em Goiás. Sua renúncia às próximas eleições municipais visaria preservá-la imagem e evitar uma possível rejeição nas urnas em outubro. 

No ano de 2014, o vereador Professor Silvano, também do Partido dos Trabalhadores de Valparaíso, foi candidato a deputado estadual e atingiu uma expressiva quantidade de votos. Ao todo, 7.095 eleitores votaram em Silvano nas eleições estaduais.

Para pessoas próximas da gestora, ela planeja em conjunto com o seu partido, o lançamento de Silvano à Prefeitura da cidade neste ano e mediante a isso receberia de volta o apoio de seu companheiro que foi bem votado no último pleito estadual.

Lucimar foi eleita prefeita com mais de 29.000 votos e poderia trabalhar com estes números e com a ajuda de Silvano Pereira para chegar a Assembleia Legislativa do Estado de Goiás. 

Mesmo com tantos desgastes administrativos da sua gestão, Lucimar Nascimento é unanimidade dentro do PT e querida por fiéis eleitores petistas. Aliados e opositores ainda pressupõem que, caso Silvano não seja o candidato a prefeito. É bem provável que a atual prefeita, reveja a sua decisão e concorra à Prefeitura de Valparaíso pela terceira vez no dia 02 de outubro. Façam as apostas!

Por Marcelo Carlos (foto de Angela Matos)