A Prefeitura de Valparaíso anunciou na última quarta-feira (20), determinação da prefeita Lucimar Nascimento (PT), que autoriza à convocação de professores concursados que substituirão todos aqueles que ocupam cargos de contrato temporário no município. No entanto, a decisão não agradou aos demais candidatos aprovados no Concurso Público de 2014.

“Nada mudou e tudo continua na mesma. A chamada de uma nova convocação onde apenas um cargo foi mencionado articuladamente, é na verdade uma tentativa desesperada da prefeita Lucimar para parar a contagem da multa e ter suspenso o bloqueio de suas contas pessoais junto a Justiça”, disse Luis Daniel, aprovado para o cargo de agente de educação.

A revolta dos demais candidatos aprovados e que sonham com uma imediata nomeação pode ser facilmente justificada. Um dos motivos é o descumprimento de ordem judicial despachada pelo Juiz de Direito Rodrigo Rodrigues Prudente, da 2ª Vara Civil, das Fazendas Públicas, Registros Públicos e Ambiental da comarca.

Ato Judicial (clique aqui e leia)

A decisão determinava a nomeação imediata dos CANDIDATOS APROVADOS E CLASSIFICADOS NO ÚLTIMO CONCURSO PÚBLICO. Porém, conforme as próprias palavras de Lucimar Nascimento em seu perfil no Facebook, apenas professores da educação farão parte da listagem do próximo chamamento.

“Determinei hoje às secretarias de Administração e Recursos Humanos e de Educação que procedam à convocação de professores concursados com vistas a substituir os profissionais que ocupam o cargo como contrato temporário. A determinação visa cumprir decisão judicial proferida pelo Juiz Rodrigo Rodrigues da comarca de Valparaíso de Goiás”, escreveu a prefeita no dia (20/04/2016).

lucimar

A possibilidade de cassação de mandato e o bloqueio de R$ 145 mil direto dos vencimentos de Lucimar Nascimento, fizeram com que a prefeita petista tomasse a atitude ainda que pela metade em relação as nomeações indicadas pelo Juiz da comarca da cidade. Contudo, candidatos aprovados em outros cargos esperam que a ação civil pública de Nº 201502512976 em desfavor do município de Valparaíso de Goiás, seja verdadeiramente cumprida. Quem estudou, lutou e sonhou com a aprovação no certame, exige apenas respeito da Prefeitura Municipal e aguarda que a Justiça seja feita para todos.

“As nomeações apenas para os cargos de professores apesar de representar um avanço no andamento das convocações, ainda, se mostram insuficientes diante dos números de candidatos que aguardam desde 2015 (data em que foi homologado o concurso) as suas nomeações, com isso, fica mais uma vez claro que se não for por força de lei não alcançaremos o sonho da nossa posse tão cedo, esperamos que a justiça não aceite apenas parte das convocações e que haja uma substituição em todos os cargos dos contratos temporários por servidor efetivo e que não se limite a um determinado cargo, seja ele qual for”, disse Alan Rodrigues, aprovado para o cargo de agente de educação.

Por Marcelo Carlos