Pré-candidato a prefeito de Valparaíso é acusado de embolsar dinheiro de depósito errado

Advogado disse à Justiça que transferiu dinheiro de forma equivocada para conta de Paulo Roriz

O secretário de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Distrito Federal e pré-candidato a prefeito do município de Valparaíso de Goiás, Paulo Roriz (DEM), teve seu nome envolvido em mais uma polêmica.

Roriz que foi acionado na Justiça é acusado pelo advogado Pedro Estuqui, de ter embolsado R$ 1,2 mil de uma transferência bancária equivocada feita no dia 17 de outubro deste ano.

O autor da ação judicial afirmou que o valor do depósito deveria ter sido transferido para a conta de uma ex-funcionária, no entanto, por falta de um dígito, acabou indo para o secretário do GDF.

Em declaração à Justiça, o advogado disse ter procurado o banco, porém, não obteve êxito no cancelamento da operação. Ele também procurou o político, mas o mesmo teria se negado a devolver o dinheiro.

Para a reportagem do Metrópoles, Estuqui declarou não conhecer o beneficiário do dinheiro. “Foi uma desatenção minha”, completou. O caso tramita no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Brasília, do TJDFT.

Da Redação do Alô Valparaíso/Com as informações do Metrópoles
Paulo Roriz

Paulo Roriz é pré-candidato a prefeito em Valparaíso. (Foto: Renato Alves)

Compartilhe esta matéria!