Policial que puxou canto a favor de Bolsonaro é alvo de ação do MP

Caso aconteceu no período eleitoral de 2018 e militar chegou a ser afastado

O Ministério Público Eleitoral de Goiás está movendo uma ação contra um policial militar, que coordenou no ano passado, um treinamento de praças da Polícia Militar, no qual os alunos foram filmados uniformizados marchando e cantando em apoio ao então candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo matéria publicada no G1, o caso agora será avaliado pela 19ª Zona Eleitoral de Luziânia, onde a conduta proibida aconteceu, já que o militar era o instrutor do curso, segundo o MP.

No ano passado, o fato repercutiu em todo o país e a PM informou que havia instaurado um procedimento interrogatório e o instrutor foi afastado da função.

De acordo com a representação do MP, o instrutor usou material humano para realização de atos de campanha eleitoral, caracterizando transgressão à lei eleitoral.

Para o promotor eleitoral Julimar Alexandro da Silva, que assina o documento, o responsável pela formação dos pretendentes a soldados, programou para o último dia do curso uma corrida matinal pelas ruas do município do Entorno Sul.

O MP eleitoral comunicou que a atividade física transcorria normalmente, com os militares entoando canções da classe militar. No entanto, já no final do percurso, nas proximidades do batalhão e sob o comando do instrutor, a tropa iniciou um cântico a favor do então candidato Bolsonaro.

Da Redação do Alô Valparaíso
policiais

Policiais durante treinamento em Luziânia. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Compartilhe esta matéria!