De acordo com informações do portal G1, na última terça-feira (02), a Polícia Civil do Distrito Federal prendeu o terceiro suspeito de envolvimento na morte do soldado do Exército, Diego Pereira de Jesus Assis, de apenas 20 anos. Segundo a corporação, o homem de 18 anos está envolvido em diversos roubos de carro na região.

Com o jovem, os policiais apreenderam uma pistola de calibre 9mm. Ele foi autuado por porte de arma de uso restrito e em seguida foi transferido para a carceragem da Polícia Civil. De acordo com testemunhas, ele aguardava os comparsas em um carro.

Na última quarta-feira (27), dois adolescentes, de 16 e 17 anos, foram presos em flagrante também por supostamente terem participado do crime. A polícia diz que eles confessaram participação.

Eles teriam alegado que tinham a intenção de somente roubar os passageiros do ônibus. Os adolescentes foram levados à Delegacia da Criança e do Adolescente, na Asa Norte, para autuação e depois à Vara da Infância e da Juventude.

Entenda o caso

O militar Diego Pereira de Jesus Assis, de 20 anos foi morto com um tiro na cabeça ao tentar resistir a tentativa de assalto em um ônibus na BR-040, próximo ao Polo JK.

Os adolescentes entraram no ônibus, passaram a roleta e anunciaram o assalto. Assis reagiu e segurou a mão de um dos infratores. A vítima e um dos menores iniciaram uma briga e o adolescente disparou em Assis. O motorista do ônibus levou o militar até o hospital de Valparaíso, mas ele morreu no caminho.

Postado por Marcelo Carlos (com as informações do portal G1)