A Polícia Civil desarticulou na quinta-feira, dia 22, uma associação criminosa especializada em furtos e roubos a fazendas, em Cristalina. No total, 20 pessoas foram presas na ação. De acordo com as investigações, o grupo teria invadido pelo menos 30 propriedades apenas neste ano.

O grupo agia com extrema violência. Em um dos crimes, uma funcionária foi morta. Alguns dos integrantes prestavam serviços, eventualmente, aos fazendeiros. “Eles agrediam as vítimas, amarravam e trancavam em cômodos. Estavam sempre armados”, explica o delegado Glaydson Carvalho.

De acordo com as investigações, que tiveram início em novembro do ano passado, a quadrilha se dividia para praticar os crimes. Em apenas um dia, seis fazendas foram invadidas. A preferência era por itens de transporte mais fácil, como televisões, celulares, jóias e ferramentas.

Alguns dos objetos roubados foram encontrados. Também foi apreendida uma carabina 357. Os criminosos também agiam em Ipameri. Alguns deles possuem passagens pela polícia por roubo e receptação. Todos vão responder por roubo, furto, associação criminosa e receptação.

Via Goiás Agora