Compartilhe esta matéria!

Polícia Civil ainda aguarda laudo do IML que vai identificar corpo encontrado em Valparaíso


Cadáver que estava pendurado em uma árvore foi localizado por um policial militar, na última segunda-feira (24)

A Polícia Civil de Goiás (PC-GO) segue investigando se um corpo encontrado em uma árvore, em Valparaíso de Goiás, pertence ao músico e servidor público federal desaparecido, Lázaro Rosa Franco, de 29 anos.

Para o G1, a delegada Caroline Matos, responsável pela investigação policial, afirmou que o laudo ainda não está pronto. Em razão disso, até o momento, não se sabe a identidade da vítima.

O Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Civil revelou que o cadáver já estava em estado de decomposição quando foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Luziânia.

Ainda de acordo com informações divulgadas para a imprensa, o corpo foi encontrado pendurado pelo pescoço em uma árvore em uma região de mata atrás de um shopping center, no Parque Esplanada II. Um policial militar, que passava com a viatura pela região foi quem avistou os restos mortais.

Caso Lázaro

Lázaro Franco está desaparecido desde a manhã do dia 30 de junho. A mãe, Cynthia da Rosa Silva, de 59 anos, contou que o filho fazia tratamento para depressão.  Um dia antes de desaparecer, a professora percebeu que Lázaro saiu para caminhar e deixou em casa o celular e a carteira. Ela achou a atitude estranha, saiu para procurá-lo e o encontrou na paróquia onde havia feito a primeira comunhão.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações do G1