Caso insista em apoiar o governo do PT em Valparaíso, o vereador Geraldo Alves pode ser expulso do PDT. De acordo com fontes próximas ao diretório municipal da sigla, o edil deve ser acusado de infidelidade partidária, haja vista que o Partido Democrático Trabalhista possui pré-candidato a prefeito do município.

Muitos pedetistas consideram como pífia a atuação de Geraldo na Câmara de Vereadores da cidade. Segundo lideranças do partido, não existe nenhuma chance de o PDT apoiar a reeleição da prefeita Lucimar Nascimento (PT), que estaria sofrendo com a baixa popularidade.

“O governo do PT está reprovado pelo povo, que exige mudanças. O PDT tem nomes para as eleições de 2016 e não aceita traição. Os traidores serão tratados como adversários”, esclareceu Fábio Fênix, membro da direção pedetista na cidade.

Geraldo

Foto: Marcelo Carlos – PDT pode expulsar Vereador por apoiar Lucimar em Valparaíso.

Além de Geraldo Alves o PDT deve expulsar qualquer filiado que integre a gestão do petista. Muitos governistas, antes mesmo de aberto o processo de expulsão, já deixaram a agremiação. O PDT tem como tradição não tolerar desrespeito às decisões de suas instâncias.

Candidatura própria a Prefeitura de Valparaíso

O presidente do PDT valparaisense, Ricardo Viana, deve ser o candidato do partido a prefeito. Viana é uma das pessoas mais próximas da direção nacional da legenda e do próprio presidente Carlos Lupi. Recentemente ele esteve na China, onde participou de vários encontros com autoridades daquele país.