Na última segunda-feira (21), a secretária de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira, convidou prefeitos recém-eleitos e suas equipes da área de Educação para compor uma aliança entre Estado e municípios em prol de avanços na Educação Básica.

Como não poderia ser diferente, o novo prefeito eleito de Valparaíso (GO), Pábio Mossoró, do PSDB, foi até Goiânia (GO) e esteve presente na reunião que integra os projetos educacionais do Goiás Mais Competitivo, uma iniciativa do Governo de Goiás para melhorar a gestão pública e a qualidade de vida do cidadão.

Ao conversar com Pábio e outros representantes do Entorno de Brasília, Raquel fez questão de ressaltar que a proposta tem como maior objetivo melhorar o nível e a abrangência da aprendizagem, especialmente nos primeiros anos de vida da criança – a chamada Educação Infantil. Pela constituição federal, tal fase é uma responsabilidade única dos municípios. “Mas para nós importa o cidadão, importa que o aluno aprenda, que ele tenha acesso à escola. Por isso estamos oferecendo essa parceria. Estado e município precisam pensar juntos em como ajudar os alunos”, disse.

A secretária Raquel explicou que, foram convidados para o importante encontro os prefeitos eleitos de 60 municípios goianos. Estes concentram 84% do déficit de vagas na Educação Infantil. De acordo com o diagnóstico levantado pela equipe de trabalho do Goiás Mais Competitivo educacional, em números gerais, apenas 17,6% das crianças goianas de até três anos frequentam creches, o que coloca Goiás na 22ª posição nacional. Entre alunos de quatro a cinco anos, 80% frequentam a pré-escola. Comparando aos outros Estados, é o 4º menor percentual.

No Facebook, o prefeito de Valparaíso comentou sua participação na reunião e escreveu o seguinte comentário: “Amigos, a segunda-feira foi produtiva. Em Goiânia acompanhado dos Prefeitos da região do entorno de Brasília, participei de reunião com a Secretária de Estado de Educação, Raquel Teixeira”, disse.

Próximos passos
Os trabalhos do Goiás Mais Competitivo voltados para a Educação começaram em dezembro do ano passado. De lá até aqui, a equipe traçou estratégias de atuação para cumprir o desafio de melhorar a Educação Infantil. O resultado apontou para a necessidade de se firmar uma parceria com os municípios. Desde então, diversas regiões do Estado são visitadas para coleta de dados. O diagnóstico elaborado elenca as principais falhas no sistema educacional.

“A gente oferece uma parceria. É um ato voluntário. A rede estadual, conseguiu manter o compromisso com a aprendizagem do aluno. No último Ideb, Goiás continua entre os melhores em todos os níveis. Nosso sistema educacional é considerado no Brasil, e nos estudos internacionais, como o sistema modelo, porque tem uma homogeneidade, um equilíbrio de desempenho”, disse Raquel ao enfatizar que o Estado pretende contribuir com cada município parceiro. “Queremos somar. Não temos que disputar se a rede estadual é melhor ou pior do que a municipal”.

Compõem as estratégias de atuação do Estado nessa aliança com os municípios as seguintes ações: assessoria na implementação da Política de Educação Infantil e na disseminação de boas práticas relacionadas ao tema; a busca por parceiros e a articulação com o governo federal; o acompanhamento na gestão e elaboração de projetos, entre outros.

A secretária ainda explicou que o Goiás Mais Competitivo abrange outras áreas essenciais para os cidadãos, como o saneamento e a saúde. As gestões municipais interessadas em firmar o compromisso terão de eleger, em algum momento, um comitê local para coordenar as ações em parceria com o governo. “Faremos avaliações periódicas e essa pessoa será o interlocutor”, resumiu.

Está previsto para o início de 2017 a elaboração de Protocolo de Intenções e Termos de Compromisso do Goiás Mais Competitivo. De fevereiro a abril haverá a construção dos planos de trabalho com a definição dos cronogramas de execução para os municípios que firmarem a aliança. Toda essa agenda é fruto de uma ação entre a Seduce e a Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), pasta responsável pelo Goiás Mais Competitivo.

Por Marcelo Carlos