Para entendermos o cenário atual da oposição em Valparaíso de Goiás, há um ano antes das eleições municipais, basta olharmos para o alto da pirâmide do governo estadual, onde se encontram o governador Marconi Perillo, o deputado federal Célio Silveira, e a deputada estadual (licenciada e secretária de Estado) Lêda Borges.

Célio e Lêda são grandes forças políticas do Entorno de Brasília, possuem moral elevada dentro do PSDB goiano e despontam como possíveis candidatos a cargos maiores no próximo pleito eleitoral em Goiás. Lideranças tucanas assinalam com a possibilidade e afirmam que existe sim viabilidade na expansão política dos representantes da nossa região.

Mas para que o domínio do Partido da Social Democracia Brasileira seja ainda maior em território goiano, o deputado Célio Silveira vem trabalhando com intuito de criar uma grande estrutura para os candidatos psdbistas no Entorno, principalmente, para o ex-deputado federal Marcelo Mello, que será candidato a prefeito na cidade de Luziânia pelo PSDB. Acreditem, ele contará com o apoio do governador Marconi Perillo.

Os tucanos também trabalham com alternativas nos demais municípios da região Metropolitana do DF, principalmente em Novo Gama, Águas Lindas, Cidade Ocidental e na mais importante de todas as cidades que é Valparaíso de Goiás.

Muitas dúvidas ainda pairam sobre a cabeça de todos e a pergunta que surge é sempre a mesma: “Quem será o candidato do PSDB em nossa cidade?” Minha resposta imediata é a seguinte: Será o candidato da deputada Lêda Borges, ou então, a candidata do governador Marconi Perillo.

A favorita Lêda pede unidade e humildade ao seu grupo político, que hoje é representado pelos pré-candidatos Afrânio Pimentel, Dr. Marcus Vinícius e Pábio Mossoró. Ela tem um compromisso de apoio aos três que só será quebrado caso seja obrigada a disputar as eleições a Prefeitura pelas vozes do povo ou de Marconi Perillo.  Em Anápolis, o deputado federal Alexandre Baldy recebeu o chamado do Chefe de Estado e será candidato a prefeito da cidade. Muitas pessoas creem que o mesmo irá ocorrer em Valparaíso.

“Sou partidária, amo o PSDB. Sendo assim, seguirei o que o partido e nosso líder maior, o governador Marconi Perillo, entenderem que é mais importante”. De acordo com Lêda, existem dois “nortes” que a guiam: Marconi e o povo de Valparaíso de Goiás — que foi quem lhe deu e também “tirou” oportunidades. “Se a comunidade e o líder maior disserem que sou obrigada a voltar, eu colocarei meus argumentos, mas serei obediente”, disse a Secretária de Estado ao Jornal Opção.

Célio Silveira afirma que Lêda Borges é a melhor opção para assumir a Prefeitura em 2017. Sabe-se que a tucana também é a favorita do Governador. No entanto, o vereador Pábio Mossoró (líder da oposição na CMVG) surge como provável candidato a prefeito do PSDB no próximo pleito eleitoral.  Atualmente é o nome mais forte depois de Lêda para os tucanos.

“Não sendo ela nosso nome, temos um candidato também muito forte e carismático, aliado de Lêda, que é o vereador Pábio Mossoró. Ele desponta bem nas pesquisas e é um sujeito tão de grupo que, se a secretária resolver se candidatar, ele não se oporá. Mas, caso Lêda realmente mantiver sua posição de não disputar, ele será o candidato do PSDB no município”, declarou o ex-prefeito de Luziânia.

Pábio

Pábio Mossoró é citado por Célio Silveira. Lêda Borges é a preferida de deputado e também do governador.

Os vereadores Afrânio Pimentel (PR) e Dr. Marcus Vinicius (PTdoB) podem esbarrar na força e no forte projeto de retomada da hegemonia política tucana em Goiás. No entanto, Afrânio o Pica-Pau, acredita em sua força e pode seguir um caminho diferente do PSDB. O nome do pré-candidato desponta como uma forte terceira via encabeçada por vereadores e grandes lideranças de bairros importantes do município. Em 2016, poderemos ter três candidaturas consideráveis na disputa pela Prefeitura Municipal. Mas, por enquanto, restam apenas muitas dúvidas no atual cenário político, que deverão ser esclarecidas nos próximos dias em Valparaíso de Goiás.

Por Marcelo Carlos