Mais um importante militante político não integra mais o quadro de filiados do Partido dos Trabalhadores (PT). Eu estou falando de Deivid Silva, ex-membro da Juventude Petista e por mais de dois anos Ouvidor Geral de Valparaíso de Goiás.

De acordo com Deivid, além de sua desfiliação partidária realizada junto a Justiça Eleitoral, foi entregue ao Poder Executivo Municipal, um pedido de exoneração ao seu cargo comissionado.

“Meus queridos amigos e amigas, venho por meio desta informar que no dia 26/08/2015 por motivo de ordem particular, eu protocolei junto ao Cartório Eleitoral de Valparaíso de Goiás meu pedido de desfiliação partidária ao Partido dos Trabalhadores”, disse Deivid Silva em nota publicada nas redes sociais.

Deivid Silva ficou a frente do cargo durante dois anos e oito meses, e garante que sai de cabeça erguida e com bons serviços prestados ao Governo da prefeita Lucimar Nascimento (PT).

“Agradeço a Senhora Prefeita Lucimar Nascimento, pela oportunidade que me deste de estar à frente deste órgão durante os últimos dois anos e oito meses. Saí de cabeça erguida e com a certeza de que cumpri a minha missão”, afirmou o ex-petista.

Deivid

Foto: Devid Silva – Ouvidor Geral de Valparaíso deixa o cargo e pede desfiliação partidária do PT.

O ano de 2015 está sendo marcado como um ano negativo para a atual Gestão. Haja vista que quadros importantes do Partido dos Trabalhadores optaram por não continuar nas fileiras da legenda.

Outras figuras marcantes escolheram o caminho da exoneração de seus cargos por não acreditarem mais no projeto político de Lucimar. A Prefeita encontra-se em maus lençóis e é criticada até mesmo por integrantes do seu próprio grupo que antes elogiavam seu mandato e seguiam o mesmo pensamento ideológico.

Em conversa com um militante de grande expressão do PT de Valparaíso, o mesmo confessou que a administração municipal vive uma grande utopia. Que hoje seu partido está num momento de disputa eleitoral e sem nenhum projeto para a cidade. Ele também afirma que pode ser o próximo a deixar a legenda, seguindo o exemplo de outras pessoas que não acreditam mais no Governo Lucimar.

Por Marcelo Carlos