Vírus de origem chinesa pode ter infectado mais de mil de pessoas

Estimativa é de pesquisadores britânicos

Após quatro meses de investigações, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR), prendeu seis suspeitos de integrarem uma associação criminosa especializada em roubo e furto de gado. A Operação Divisas também resultou na recuperação de 46 vacas furtadas em outubro do ano passado, em Cachoeira Alta.

De acordo com as investigações, a quadrilha agia na região que faz divisa entre Goiás e Mato Grosso do Sul. Conforme apurado pela Polícia Civil, os suspeitos eram liderados por um detento do presídio de Cassilândia, cidade sul-mato-grossense.

Dos investigados, dois foram presos em Goiás e quatro no Mato Grosso do Sul. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão. As 46 cabeças de gado recuperadas estão avaliadas em R$ 100 mil. A operação contou com o apoio da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul.

Nos últimos meses, a Polícia Civil realizou diversas operações para solucionar crimes cometidos em áreas rurais. Em outubro, por exemplo, a corporação foi responsável pela desarticulação da maior associação criminosa especializada em roubo e furto de gado. Oito pessoas foram presas. Considerando outras operações, a corporação recuperou centenas de cabeças de gado que haviam sido roubadas.

Em 2019, a atual gestão do Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), iniciou um pacote de medidas para coibir crimes contra propriedades rurais em todo o Estado. Entre as principais ações implantadas, está o Centro de Comando e Controle Rural, onde são coordenadas as operações de policiamento rural de todas as regiões goianas. É a única unidade do Brasil com essa finalidade. A Patrulha Rural da Polícia Militar também ganhou reforço com novas viaturas e investimentos em ferramentas tecnológicas.

Com a colaboração da Secretaria de Segurança Pública*

Polícia desarticula quadrilha de furto e roubo de gado. (Foto: Reprodução)

Compartilhe esta matéria!