Compartilhe esta matéria!

O Brasil parou de sorrir

Segundo pesquisa, 7 em cada 10 brasileiros não estão dando mais risadas, diz pesquisa. Maioria da população também se sente mais cansada e impaciente 

A Covid-19  impactou na saúde mental dos brasileiros, que já estão há 16 meses entre isolamentos, flexibilizações e restrições e ainda envoltos por centenas de milhares de mortes, é alarmante. O ciclo se tornou vicioso. Tudo é causa e consequência. A insegurança do momento atual trouxe uma nova realidade: 58,4% dos brasileiros não estão se alimentando corretamente e 68,2% estão consumindo mais doces, o que, em excesso, podem ser extremamente prejudiciais. Conforme pesquisa realizada pela empresa Hibou. 

Brasileiro lamenta e se preocupa Foto: VITTUDE

A Psicóloga Ana Paula de 36 anos, afirma que mudanças bruscas trazem incertezas e medo ao brasileiro “Estamos passando por momentos de extremo, estresse saímos de casa com medo de contrair um vírus com medo de passar este vírus para um familiar, não podemos sair para nos divertir em segurança, muito estão trabalhando mais. Mulheres estão sobrecarregadas, mais do que já eram, o sistema exige do ser humano, e nós não somos máquinas se não dermos uma pausa. Podemos ter sérias consequências, como doenças psicológicas, sobre peso ou desnutrição, e até um ataque cardíaco”

O cansaço virou rotina. 80% dos brasileiros se sentem mais fatigados. “A Organização Mundial da Saúde (OMS) já reconheceu este momento de cansaço como ‘fadiga pandêmica’, consequência do esgotamento gerado pelo medo de um vírus que ninguém vê e de todas as mudanças do dia a dia.”A fadiga traz consequências, como por exemplo, a impaciência social. “No auge da interação online, através das vídeo-chamadas, lives e redes sociais, é necessário criar tempos individuais, instantes de reflexão e autoconhecimento. O excesso de informação e a frustração das incertezas causa uma angústia que afeta diretamente a relação com o outro.”. Para melhorar este cenário, 46,7% dos brasileiros estão se cuidando mais e 28% da população tem tomado medicamentos para ansiedade ou depressão.

A relação a dois também foi analisada pelo estudo. 84% das pessoas que estão em um relacionamento afirmam não ter aumentado a frequência do sexo. E apenas 6% dos brasileiros conseguiram iniciar um relacionamento.

Marcela Sousa, de 26 anos, jornalista, se sente cansada. “Eu já acordo cansada, trabalho em duas redações para dar conta de pagar as contas, uma de direita e outra de esquerda, as duas extressantes, as duas exigem muito de mim, o caminho de van até o trabalho é cansativo, todo dia uma briga diferente no transporte público, sem um dia de paz, ainda cuido dos afazeres de casa. Meu único ponto de paz é meu filho, o que não é bem uma paz (risos), mas o sorriso dele me faz acreditar que tudo vale a pena, que dias de glória virão”

Dicas para o sorriso: 

  • Abrace quem você ama
  • aprenda a reconhecer seus limites
  • respire fundo 
  • mantenha uma alimentação equilibrada
  • pratique exercícios
  • aprenda a dizer não
  • Fale o que está sentindo
  • Aceite que errar faz parte
  • E não abrace todos os problemas do mundo para si
Mulher negra esbanjando um grande e belo sorriso Foto: VOXNEWS

79% consideram-se hoje estressados

 54% afirmam chorar mais. 

53% dos brasileiros dizem que não se sentem em paz. 

71% deixaram de dar risadas, e consequentemente a maioria da população,

 66%, está mais impaciente com outras pessoas.

Levantamento inédito (1800 brasileiros/ maio de 2021) da Hibou

Alô Valparaíso/*Com as informações