Os motoristas já estão recebendo o novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que entrou em vigor na segunda-feira, dia 2. O documento tem novas cores e itens de segurança que foram acrescentados para dificultar as fraudes. As mudanças atendem à Resolução nº 598/2016 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), sendo válidas em todo o Brasil.

A alteração não tem impacto sobre a rotina dos condutores ou candidatos à CNH, pois quem tem a carteira válida não precisará trocá-la antes do prazo de vencimento, também não será cobrado nenhuma valor adicional pelo novo papel. Os procedimentos para renovar, emissão de segunda via, solicitar a definitiva, adição de categoria e obtenção da primeira habilitação permanecem os mesmos.

Novo visual
A mudança mais visível do novo documento está na cor. A tarja azul esverdeada que fica no topo do documento é impressa em tinta preta. Ela ainda ganha o mapa do Estado responsável pela emissão ao lado direito. Logo abaixo, na lateral esquerda está impresso um mapa do Brasil em tinta de variação óptica.

Para o presidente do Detran, Manoel Xavier Ferreira Filho, a alteração é um avanço significativo e uma reivindicação antiga das entidades executivas de trânsito. “O documento passa a oferecer mais garantias para o cidadão e, principalmente, mais segurança para o trânsito, pois a falsificação será dificultada,” destaca.

Segurança
Ao todo, são dez itens de segurança que foram adicionados ou alterados. O fundo do documento, por exemplo, está mais amarelado. Alguns elementos gráficos, como números e a sigla do Estado, podem ser conferidos com o uso de luz ultravioleta. Na parte inferior do documento também tem uma tarja holográfica com a sigla CNH, impressa várias vezes.

Via Goiás Agora