Monitora de creche é indiciada por tortura em Cidade Ocidental

Mulher atirou criança no chão e que câmera de segurança da instituição de ensino infantil registrou a agressão

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia de Polícia de Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal, concluiu inquérito sobre crime de tortura praticado por uma monitora em uma creche da cidade.

Segundo a DP coordenada pelo delegado Daniel Marcelino, as investigações foram iniciadas em janeiro deste ano, quando a família da vítima registrou um Boletim de Ocorrência para que fosse apurada a origem de possíveis lesões encontradas no corpo da criança. A autora foi indiciada.

Com as informações a polícia goiana requisitou ao estabelecimento o encaminhamento das imagens do circuito de câmeras existente no local. As imagens registraram o momento em que uma das monitoras da creche pega a criança dentro do berço e a segura por uma das pernas. Em seguida, ela é arremessada ao chão.

De acordo com a PC, no caso ficou comprovado o intenso sofrimento suportado pela criança, que possui apenas 3 anos de idade.

Ainda de acordo com as investigações, a vítima, após sofrer as referidas agressões por parte da cuidadora, demonstrou temor em retornar ao local e passou a externar comportamentos agressivos no ambiente familiar.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações da Polícia Civil de Goiás

Monitora de creche é indiciada pela Polícia Civil de Goiás. (Foto: Reprodução/Vídeo)

Compartilhe esta matéria!