Compartilhe esta matéria!

Mês de abril contra os maus tratos aos animais

Confira dicas de como manter seus animais seguros

A Campanha Abril Laranja é de iniciativa da ASPCA (Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade a Animais) e é realizada por diversos órgãos públicos e iniciativas privadas. Ela tem por objetivo prevenir a crueldade contra animais.

Os animais de estimação estão em nossas vidas a muito tempo, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (ABINPET), mais de 106 milhões de lares brasileiros possuem pelo menos um animal de estimação, deixando o Brasil em quarto lugar no ranking de países com maior população de pets.

Confira dicas de como manter os animais seguros:

Segundo a veterinária Suelen Leite de 27 anos, para combater a violência animal primeiro é preciso observar o ambiente que esse animal está inserido, busque evidências que comprovem as suspeitas.

O ideal é conversar com o responsável pelo animal e informar que os animais são protegidos por lei. Após confirmar os maus tratos, registre e consiga o maior número de provas e informações possíveis para identificar o responsável pelos mais tratos. Colete os dados do agressor como: Nome completo, profissão, endereço e tente obter testemunhas.

E denuncie! A denúncia de maus tratos é legitimada pelo ART. 33 da Lei Federal n° 9.605 (lei de crimes ambientais)

Pode ser feita para vigilância sanitária, zoonoses ou meio ambiente e até pela polícia civil através de um boletim de ocorrência.

São consideradas violência animal as seguintes práticas:

  • -Abandono
  • -Agressões físicas, como espancamentos, envenenamentos, mutilações (por exemplo corte de orelha e rabo apenas por estética)
  • -Manter o animal preso locais fechados, ou acorrentados
  • – Privação de água e alimento
  • – Não oferecer atendimento médico em caso de doença.
  • – Capturar animais silvestres
  • – Submeter animais a tarefas exaustivas e que exigem além de suas forças
  • – Utilizar animais para espetáculos que causam pânico e estresse

Deve-se ter consciência de que em média um animal vive por volta de 15 a 17 anos e a expectativa de vida deles tem crescido a cada dia. Então para uma posse responsável é necessário avaliar se a pessoa está disposta a cuidar desse animal por todo esse tempo, oferecendo tudo que é necessário. Outro ponto importante é ver qual animal melhor se encaixa na sua rotina e realidade. Por exemplo: Se você mora em um apartamento talvez um animal de cão de pequeno porte, com um temperamento mais calmo seja o ideal, ou um gato que se adapta super bem a esses ambientes.

Se você tem uma casa com um quintal maior, poderia ter um cachorro de porte maior, que precisa gastar mais energia e precisa de espaço para viver mais feliz. Então avaliar as características do animal e o seu estilo de vida é super importante.

Para ter um pet feliz é preciso respeitarem as 5 liberdades animal

Que são: livre de fome e sede, livre de desconforto, livre de dor, doença e injúria, livre para expressar seu comportamento natural e livre de medo e estresse.

Ou seja, ele precisa de um local seguro e confortável para dormir além de higiene, comida e água, precisa de passeios periódicos tanto para a saúde emocional, para se desestressar quanto para a saúde física. E precisa receber assistência médica em caso de doença.

Alô Valparaíso/