Nada na política acontece por acaso, principalmente quando tratamos do senador Aécio Neves. Recentemente, ele esteve em Goiânia, para participar do ato de filiação do vice-governador José Eliton, que deixou o PP e filiou-se ao PSDB.

José Eliton foi para o PSDB a pedido do também tucano Marconi Perillo, atual governador de Goiás e o preferido de Aécio Neves para ser o seu vice nas Eleições à Presidência da República, em 2018. No entanto, para que isso seja possível, Marconi teria que mudar de partido. E a sua saída mais viável seria agregar-se ao revigorado PP Goiano.

Segundo informações dos bastidores políticos, Marconi Perillo recebeu propostas de pelo menos três partidos para filiação. O assédio aumentou há meses com boatos de que o governador de Goiás é o preferido de Aécio Neves para vice na eventual candidatura a presidente. Marconi já recebeu dirigentes do PSD – o próprio Gilberto Kassab o sondou – PR e PP. Este último mexe com o brio do goiano. A estratégia é se filiar a partido tradicionalmente aliado do PSDB para ganhar tempo de TV e reforçar alianças se for confirmado como vice na chapa.

Por Marcelo Carlos 

Marconi

Foto: O Hoje – Marconi Perillo pode ir para o PP para ser o vice de Aécio Neves em 2018.