Depois de participar de evento do Banco BTG, pela manhã, o governador Marconi Perillo concedeu entrevista ao The Wall Street Journal, em Nova York, nesta terça-feira, na qual enfocou que o Brasil começa a percorrer um caminho de otimismo e superação da crise, mudando para melhor. É o jornal de maior circulação dos Estados Unidos e um dos mais conceituados na área de economia.

Entre os diversos temas, Marconi falou sobre a crise econômica brasileira, o novo governo de Michel Temer e também apresentou potencialidades de Goiás. O governador explicou como funciona o Fórum do Brasil Central, do qual ele é presidente, e deu detalhes da força da economia do Centro-Norte

Os editores Eduardo Kaplan e Adam Horvath também quiseram saber de Marconi a avaliação sobre o impeachment. O goiano disse que todo o trâmite foi respaldado pelas instituições competentes. “Esse processo não aconteceu por iniciativa dos políticos ou do Congresso Nacional. Isso começou tão logo a presidente Dilma tomou posse no segundo mandato através da primeira grande manifestação popular, que reuniu mais de 4 milhões de pessoas”, afirmou.

Na entrevista ao Wall Street Journal, disse ainda que as mudanças recentes na política brasileira apontam um caminho de otimismo e superação da crise econômica. Os editores questionaram o governador sobre a nova equipe econômica do governo federal, liderada pelo goiano Henrique Meirelles. Marconi elogiou Meirelles e lembrou que o ex-presidente do Banco Central foi eleito deputado federal pelo PSDB, em 2002.

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás