Ana Lucia Rodrigues Martins, moradora do Vale do Pedregal, município de Novo Gama-GO, procurou a nossa reportagem, na última semana, e contou a história da filha, a jovem Raquel Rodrigues Isidoro, de apenas 19 anos.


Dona Ana, uma viúva, de 54 anos, relatou que Raquel foi diagnosticada com uma disfunção na visão denominada Ceratocone. A doença afeta os olhos e por conta de modificações na córnea, faz com que o formato seja modificado e se torne mais fina, causando a distorção da visão, ou até fazendo com que o paciente tenha a visão das coisas e pessoas multiplicadas.

Ana Lucia afirma que, devido ao problema visual, a garota precisa com urgência realizar um procedimento em ambiente cirúrgico, que segundo ela custa em torno de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais). Contudo, a mãe da menina não possui condições financeiras para arcar com os custos do tratamento e diante disto resolveu pedir ajuda através de doações.

“A Raquel tem essa doença visual chamada Ceratocone. De ano em ano ela faz todos os exames que são recomendados pelos médicos e ainda usa lentes de contato. Porém, a doença evoluiu muito no olho esquerdo e os médicos aconselharam a realizar o Crosslinking”, conta a mãe.

O Crosslinking é uma opção de tratamento menos agressiva que o transplante e indicado para evitar a progressão do Ceratocone, através do aumento da rigidez e da resistência da córnea. Não ocorre alteração estética com o procedimento. O tratamento associa a riboflavina (vitamina B2) à luz ultravioleta, o que provoca novas ligações entre as moléculas de colágeno da córnea, fortalecendo-a e estabilizando a doença. O procedimento demora cerca de 1 hora e meia e é realizado em ambiente cirúrgico, com o paciente deitado e utilizando colírio anestésico.

Segundo Ana Lúcia, o altíssimo valor do tratamento, infelizmente, não pode ser coberto pelo Sistema Único de Saúde, e, por esse motivo, ela segue pedindo a ajuda de amigos e conhecidos para somar a quantia necessária cobrada por um hospital particular. “O SUS não cobre a cirurgia que custa mais de R$ 3 mil. Então, estou pedindo ajuda e até agora consegui R$ 1,5 mil”, conclui Dona Ana.

Para realizar doações em dinheiro, os interessados deverão ligar para Ana Lucia Rodrigues Martins, no número (61) 9259-0703 ou realizar depósito na seguinte conta:

Banco: Bradesco
Agência: 2113
Conta Corrente: 0029774-7
Nome: Ana Lúcia Rodrigues Martins.

Por Marcelo Carlos