A mãe de Thayna Ferreira Alves, de 21 anos, desaparecida desde o dia 16 de fevereiro de 2017, convocou a população em publicação postada em seu perfil no Facebook, para participar de grande movimentação em frente ao Fórum de Valparaíso de Goiás, marcada para acontecer na quinta-feira (25/01).

Segundo Jussara Ferreira de Lacerda, o ato tem como objetivo reivindicar ao Poder Judiciário uma atenção especial para o caso que completará um ano no próximo mês e que segue sem novidades. “Enquanto isso eu continuo nesse sofrimento e vendo o principal suspeito vivendo sua vida normalmente”, escreveu em seu post.

Jussara fala do seu ex-companheiro Walderzar Cordeiro de Matos, de 65 anos, que foi flagrado por câmeras de segurança saindo do condomínio onde morava acompanhado pela enteada. Na época, os parentes afirmaram que a garota havia pedido o padrasto para deixá-la numa parada de ônibus, próxima a passarela amarela que fica localizada no trecho da rodovia BR-040 que corta a cidade. Desde então Thayna nunca mais foi vista. No início de 2017, o empresário chegou a ficar detido por cerca de um mês, suspeito de matar a jovem. No entanto, deixou o Complexo Prisional de Luziânia e negou ter assassinado a universitária.

A movimentação está marcada para acontecer às 14 horas, em frente ao Fórum de Valparaíso, que fica localizado na Rua Alemanha, 11-A, no bairro Parque Esplanada III.

Da Redação