(Foto: Joel Rodrigues/Agência)

Compartilhe esta matéria!

Luzes de Natal com a cara de Brasília

Lançamento do Projeto Brasília Iluminada traz magia ao Eixo Monumental e às RAs, com shows ao vivo e elementos que caracterizam os traços da cidade

O Natal de Brasília terá uma cara especial em 2020. No ano em que a capital federal completou 60 anos e que o mundo foi afetado pela pandemia de Covid-19, o projeto Brasília Iluminada – Capital da Esperança, inaugurado nesta sexta-feira (18), traz a magia e as luzes tradicionais desta época do ano como uma celebração da identidade brasiliense e promove atrações especialmente pensadas para crianças e adultos de todas as regiões administrativas (RAs).

As luzes tomarão conta da Esplanada dos Ministérios, passando pela Praça e pelo Palácio do Buriti até chegar à Praça do Cruzeiro/Rainha da Paz, além do Trenó Luz, que vai levar o Papai Noel às RAs do DF. A programação, que prevê shows de luzes diariamente, com projeção acompanhada de música, vai até 17 de janeiro.

A ligação oficial das luzes contou com a presença da primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha, e dos secretários André Clemente (Economia), Vanessa Mendonça (Turismo), Gilvan Máximo (Ciência, Tecnologia e Inovação), Bartolomeu Rodrigues (Cultura e Economia Criativa) e José Humberto (Governo), além do Controlador-Geral do Distrito Federal, Paulo Wanderson Moreira Martins.

O lançamento do projeto teve início na Praça do Cruzeiro, com a participação da Orquestra Filarmônica de Brasília e de seu coral. Em seguida, um show de fogos de artifício na Praça do Buriti iluminou o céu da capital. O anexo do Palácio do Buriti também ganhou cores em uma iluminação especial.

O secretário de Economia, André Clemente, afirmou que o Governo do Distrito Federal se mobilizou para que o Natal fosse um momento de esperança para a população de Brasília. “Foi um ano difícil, mas um ano que nos fez mais flexíveis, nos tornou maiores e mais resilientes. Esse é um Natal de luz, que vai iluminar a cidade, quando todos achavam que não haveria luz nem o que celebrar”, disse.

O Brasília Iluminada terá impactos além da beleza e do espírito natalino. Capitaneado pela Secretaria de Economia, o projeto foi construído em conjunto com as secretarias de Turismo, Cultura e Desenvolvimento Social e alcançará vitórias importantes no incentivo à economia local e na geração de renda, além do incremento ao turismo da capital. No total, serão mais de mil postos de trabalho de forma direta, com 100% mão de obra contratada sendo local. Além das secretarias, o projeto também contou com a participação dos deputados distritais, que garantiram recursos para o financiamento do Natal Iluminado.

A secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, destacou os esforços do governo para a construção do projeto. “Deixo um agradecimento especial ao nosso governador Ibaneis Rocha, nosso maestro, que transformou e ressignificou a nossa capital. Em um ano tão difícil, temos o orgulho de ter transformado esse sonho em realidade. A capital mais linda do mundo oferece para sua população essa experiência com todos os cuidados necessários”, disse.

O grupo de trabalho que organizou o projeto teve o cuidado de garantir que as atrações fossem totalmente gratuitas e que tivessem o acesso facilitado para pessoas com deficiência, idosos e crianças. Além disso, todas as RAs terão atividades durante o calendário programado até janeiro. “Esse é um governo que cuida das pessoas, independentemente de onde sejam. Nossas atrações vão visitar todas as cidades e levar uma mensagem de esperança para a população”, disse o secretário André Clemente.

Ações de promoção do artesanato e da cultura local estão programadas, com uma grande preocupação com a sustentabilidade, as conexões solidárias, o atendimento humanizado e a segurança do público e dos colaboradores em relação à pandemia.

Conceito

O projeto une o conceito de Brasília Iluminada – pela capital do país ser a esperança para todo o Brasil – com a celebração dos 60 anos de Brasília. A decoração valoriza elementos que caracterizam os traços da identidade brasiliense, como a arquitetura e o cerrado.

O projeto compreende dez eixos: Árvore Sonho e Realidade, árvores decorativas, Espaço Luz, Quadrante dos Presentes, Bolas Decorativas, Túneis Flor do Cerrado e Pórticos de Entrada, Praça do Buriti, point cultural Céu de Brasília, presépio virtual Luz do Mundo e o Trenó Luz. Totalizando 415.770 m² de área implantada com todos os eixos do projeto, a iniciativa é inédita na capital.

Devido às medidas de isolamento social impostas pela pandemia, o público deverá manter o distanciamento de pelo menos dois metros entre as pessoas. Será obrigatório o uso de máscara pelos visitantes e colaboradores

*Com informações da Secretaria de Economia do DF