O ex-presidente Lula, o ex-senador Delcídio do Amaral e mais cinco pessoas passam a ser réus em um processo por obstrução de Justiça no caso da operação Lava Jato. A denúncia da Procuradoria-Geral da República foi acatada pelo juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília.

Lula soube da notícia pouco antes de participar de um seminário com trabalhadores do setor financeiro em São Paulo.

Em seguida, o ex-presidente começou a se defender das acusações de que é proprietário de um sítio no interior de São Paulo e um apartamento no litoral do estado.

Na última quinta-feira, os advogados de Lula entraram com recurso na ONU para denunciar abuso de poder por parte do juiz Sérgio Moro.

Da Agência Brasil