Na manhã desta segunda-feira (19), recebemos mais uma denúncia envolvendo a cambaleada Rede Municipal de Ensino, de Valparaíso, cidade localizada no Entorno do Distrito Federal.

Desta vez, trata-se de um flagrante de desperdício do dinheiro público. Milhares de livros didáticos foram jogados no lixo. O fato aconteceu no Bairro da Etapa A, mais precisamente na Quadra 10. Residentes da região destacam que a Secretaria de Educação não teve ao menos o trabalho de mandar os livros para a reciclagem.

O caso revoltou os moradores que presenciaram tamanho descaso. A Rede Pública de Ensino que vive o seu pior momento na história segue promovendo seu show de horrores. Mazelas que são o reflexo de uma Gestão que prometeu priorizar a educação, mas, que vem brincando com a cara da população valparaisense ao longo de três anos de Governo Petista.

“É isso que a prefeita Lucimar faz com o meu dinheiro, com o dinheiro dos impostos de Valparaíso. Estes livros não foram dados pelo governo. Foram comprados com o dinheiro do povo da nossa cidade. Os livros que jogaram fora simbolizam o nosso dinheiro sendo jogado no lixo”, disse Rafaela Nóbrega 

Muitas reclamações estão sendo feitas ao longo deste ano, porém, para a Prefeitura tudo continua magnifico na educação municipal. Em Valparaíso, faltam professores nas escolas públicas municipais e agora supostamente o erário é jogado no lixo em forma de livros. E quem paga o pato são os pais e os estudantes.

Qual é a finalidade de ter uma Coleta Seletiva na cidade se a mesma não é acionada?

IMG-20151019-WA0055

Por Marcelo Carlos