O bispo Edir Macedo, líder máximo da Igreja Universal do Reino de Deus, é acusado de fazer parte de uma rede internacional de adoção ilegal de crianças.

A denúncia vem de Portugal, de uma série de reportagens produzidas por uma emissora de televisão. O Ministério Público português abriu um inquérito para investigar a denúncia da emissora.

Em nota, a Universal do Reino de Deus disse que a série de reportagens é uma campanha difamatória que contou com a colaboração de um ex-pastor, que rompeu com a igreja em 2013.

Via Agência Brasil