Lêda Borges tem candidatura deferida

Decisão do TRE-GO coloca fim em boatos.

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), deferiu na terça-feira (04/09), o registro de candidatura da ex-secretária cidadã e atual deputada estadual Lêda Borges (PSDB), que poderá disputar à reeleição ao cargo no próximo dia 7 de outubro.

Nas redes sociais, Lêda comemorou a decisão do Juiz Marcelo Arantes de Melo Borges, que deixa o caminho livre e legal para continuar representando a região Metropolitana do Distrito Federal, na Assembleia Legislativa de Goiás (ALEGO), caso seja mais uma vez escolhida pelos eleitores goianos.

“Compartilho com vocês meus queridos amigos e amigas, o registro da minha candidatura deferido, ou seja, aprovado pela Justiça Eleitoral. A campanha segue leve e alegre, conversando com as pessoas e mostrando minha trajetória de trabalho”, escreveu a tucana.

Nas últimas eleições, Lêda que é considerada uma liderança política no Estado, foi eleita deputada com 32.217 votos para a legislatura 2014-2018.

DECISÃO MONOCRÁTICA

Cuidam os autos de Requerimento de Registro de Candidatura (RRC) formulado pelo (a) Coligação GOIÁS AVANÇA MAIS III (PPS - PSB -PSDB), por meio do qual postula o deferimento do pedido de registro de LEDA BORGES DE MOURA, para concorrer ao cargo de DEPUTADO ESTADUAL, sob o número 45045, nas Eleições 2018.

O pedido veio acompanhado das informações determinadas pelo artigo 26 e dos documentos exigidos pelo art. 28, ambos da Resolução TSE nº 23.548, de 18.12.2017.

Não houve notícia de inelegibilidade e o sistema PJE registrou decurso do prazo sem impugnação a este RRC (art. 35, § 3º, da Res. TSE nº 23.548/2017).

A Secretaria Judiciária certificou que foi deferido o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) ao qual está vinculado o presente RRC.

O Procurador Regional Eleitoral manifestou-se pelo deferimento do RRC.

É o relatório.

Decido

Da análise dos autos, verifico que o pedido apresentado satisfaz todos os requisitos formais e materiais exigidos pelo art. 28 da Resolução TSE nº 23.548, de 18.12.2017.

ANTE O EXPOSTO, acolhendo o parecer ministerial e nos termos do art. 52 da Res. TSE nº 23.548, de 18.12.2017, defiro o presente Requerimento de Registro de Candidatura – RRC.

A publicação desta decisão ocorrerá através do mural eletrônico, nos moldes do Parágrafo único do art. 52, da Res. TSE nº 23.548, de 18.12.2017.

Goiânia, 4 de setembro de 2018.

JUIZ MARCELO ARANTES DE MELO BORGES

Relator

Da Redação do Alô Valparaíso