A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu nesta quinta-feira (28) a venda e distribuição de quatro lotes de extrato de tomate, das marcas Amorita, Predilecta, Aro e Elefante, e de um lote de molho de tomate tradicional da Pomarola. A punição se deu após a detecção de pelo de roedor em limite acima do tolerado pela legislação.

Segundo a Anvisa, a identificação do material nos produtos foi feita pela Diretoria de Vigilância Sanitária de Santa Catarina. Os fabricantes deverão fazer o recolhimento dos estoques existentes no mercado.

As decisões estão publicadas em resoluções no Diário Oficial da União (DOU). A primeira refere-se ao lote L 076 M2P e validade de 01/04/2017 do extrato de tomate Amorita, fabricado por Stella D’Oro.

A segunda, ao extrato de tomate Predilecta lote 213 23IE e validade 03/2017. A terceira ao molho de tomate tradicional Pomarola lote 030903 e validade 31/08/2017 e também do extrato de tomate Elefante lote 032502 e validade 18/08/2017. 

Postado por Marcelo Carlos (com as informações Correio 24 horas)