Nesta quinta-feira (27), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), por maioria, definiu o registro da coligação de Cristóvão Tormin (PSD), em Luziânia (GO), no Entorno do Distrito Federal. 

Desta maneira, o registro do candidato à prefeitura será deferido e não serão realizadas novas eleições na tradicional cidade do interior goiano.

Contudo, a novidade do dia não agradou Marcelo Melo (PSDB), candidato adversário derrotado nas urnas e que aguardava um resultado diferente.  A decisão ainda pode ser questionada, por meio de recurso, no Tribunal Superior Eleitoral.

Vale a pena destacar que, o Procurador Regional Eleitoral manifestou pelo provimento do recurso, em favor de Cristóvão.

No último dia 02 de outubro, Tormin obteve 39.660 votos e garantiu 718 de frente em relação ao tucano, que ficou com 38.942. Devido ao indeferimento provisório, o tucano apareceu como vencedor e a situação confundiu a cabeça do eleitorado. Hoje, finalmente, Luziânia dormirá sabendo que o seu prefeito foi reeleito. 

Por Marcelo Carlos