Jogador de futebol morre após ser baleado por policial em Valparaíso

Leandro Augusto tinha 18 anos e jogou nas divisões de base do Corinthians

Leandro Augusto Santos Soares, de apenas 18 anos, foi baleado na última sexta-feira (5), em Valparaíso de Goiás. O jogador de futebol estava acompanhado da namorada, mas ela não se feriu.

Um policial militar é suspeito de atirar contra o atleta que passou pelas divisões de base do Corinthians, do Goiás e atualmente jogava no Capital-DF.

Após ser ferido com três disparos, Leandro foi socorrido e levado para o Hospital de Santa Maria-DF. Contudo, não resistiu e faleceu por volta de 12 horas, no sábado (6).

Um Boletim de Ocorrência foi registrado na Polícia Civil pelo PM. O militar relatou que adotou “abordagem padrão” e entregou a arma que usava em serviço para ser periciada. Consta nos registros que o policial se apresentou espontaneamente no Ciops do Jardim Céu Azul.

A PCGO informou, em nota, que o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) apura a morte de Leandro e, por enquanto, não dará mais informações.

Em reportagem do G1, pai do atleta e empresário, Leandro Soares Andrade, afirmou que o filho foi baleado logo após pegar uma arma de brinquedo com um amigo, a qual, segundo ele, seria entregue para outro amigo, que também estava na praça. "Ele colocou o simulacro na cintura e atravessou a rua junto com a namorada. Assim que subiu na calçada, o policial deu o primeiro disparo nas costas dele", relatou.

O corpo de Leandro Augusto foi velado e enterrado no Cemitério Campo da Esperança. A cerimônia começou por volta das 8 horas, no último domingo (7).

Da Redação do Alô Valparaíso

Leandro Augusto Santos Soares morreu após ser baleado em Valparaíso de Goiás. (Foto: Reprodução)

Compartilhe esta matéria!