Compartilhe esta matéria!

Idoso curado de Covid-19 recebe alta e festa virtual em Luziânia

Lauri Ildemar José Teixeira, 73 anos, ficou 38 dias internado no Hospital Regional de Luziânia

Uma festa virtual foi preparada para receber Lauri Ildemar José Teixeira, 73 anos, à saída do Hospital Regional de Luziânia (HRL). Depois de ficar 38 dias internado com o diagnóstico de coronavírus, o morador de Cristalina (GO) pode se emocionar com as felicitações de filhos, netos, primos, irmãos, sobrinhos e tios, todos presentes à recepção por vídeo-chamada.

A novidade surpreendeu quem passava pelo hospital. O senhor Lauri foi recebido presencialmente por três de seus filhos e sua nora ao lado de fora, na saída da unidade hospitalar. Em vídeo-chamada, os parentes desejaram saúde, pronta recuperação, mandaram beijos, abraços.

Emocionado, agradeceu os profissionais que salvaram sua vida. “Obrigado a todos aqui do hospital, eu não estaria vivo sem vocês”, reconheceu. Seu filho Celmar Teixeira também fez questão de parabenizar toda a equipe do HRL, que luta diariamente na cura de seus pacientes. “Vocês do HRL são anjos enviados para nos salvar. Não sei como minha família estaria sem a ajuda de vocês”, agradeceu.

A família preparou um cartaz com os dizeres: “É com imenso carinho, respeito e gratidão que parabenizamos a todos os médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e aos demais colaboradores, que além de profissionais brilhantes são nossos amigos e heróis diariamente”.

O senhor Lauri também recebeu uma homenagem da equipe de saúde do hospital, que cantou a música “A Alegria Está no Coração”, de Mara Lima, enquanto os profissionais seguraram vários balões.

Sobre HRL

O Hospital Regional de Luziânia (HRL) começou a receber os primeiros pacientes com sintomas de Covid-19 no dia 20 de maio de 2020. Vieram transferidos pela central estadual de regulação de vagas do Estado de Goiás. Os leitos são ocupados gradualmente, a partir da avaliação diária e conjunta da direção com a Secretaria Estadual de Saúde.

Estadualizado, após passar oito anos em obras, o HRL foi o primeiro hospital do entorno do Distrito Federal dedicado a tratar pacientes com sintomas respiratórios agudos causados pelo novo coronavírus. Cerca de 1,2 milhão de pessoas, que moram na região, são beneficiadas pelo Hospital Regional de Luziânia.